Passat 2018 chega em versão única por R$ 164.620

Sedã médio grande da Volkswagen será vendido na configuração Highline e único opcional é teto solar, por R$ 5.350

Por Paulo Eduardo10/03/18 às 10h46

O VW Passat 2018 importado da Alemanha será vendido somente na versão Highline equipado com motor 2.0 TSI de 220 cv de potência e torque de 35,7 kgfm. O único opcional é o teto solar que acrescenta R$ 5.350 ao preço sugerido de R$ 164.620, totalizando R$ 169.970.

O Passat está no segmento dos sedãs médios grandes de luxo e seus concorrentes diretos são Honda Accord e Toyota Camry. Como todos os Volkswagens atuais, o Passat é construído na arquitetura MQB (Matriz Modular Transversal) com aços de ultra e altarresistência.

VW Passat 2018 chega em versão única

Apesar dos muitos itens de segurança, o fabricante enfatiza o sistema multimídia com controle por meio de gestos e tela tátil de 9,2 polegadas, além do painel digital programável que exibe em uma tela de 12,3 polegadas em 2D ou 3D informações de navegação.

Entre os itens de segurança estão perfil de condução (conforto, eco, sport, normal e individual) com ajuste de suspensão; ACC (controle adaptativo de distância e velocidade com função de frenagem de emergência e sistema de monitoramento frontal. Apoios de cabeça dos bancos dianteiros se movimentam para frente em freadas de emergência aumentando a segurança.

VW Passat 2018 chega em versão única

São seis airbags e controles de tração, estabilidade, bloqueio eletrônico do diferencial. Faróis de full LED têm câmera para não ofuscar os motoristas que trafegam no sentido oposto.

As linhas são limpas, sem firulas, no tradicional estilo germânico e o conjunto agrada. Espaço interno amplo como convém a um modelo dessa categoria. Medidas generosas de 4,76 metros de comprimento, 1,83 m de largura, 1,47 m de altura e a distância entre-eixos de 2,79 m.

VW Passat 2018 chega em versão única

Entre os itens de série estão o sistema de abertura do porta-malas de 586 litros por meio de sensor sob o para choque e fechamento elétrico; bancos dianteiros com regulagens elétricas, incluindo a lombar, massagem, aquecimento e memória para o do motorista; ar-condicionado com controle de temperatura para ocupantes da frente e do banco traseiro. Material emborrachado no painel central, e forração de portas. Acabamento esmerado.

Primeiras impressões

O câmbio é o DSG automatizado de duas embreagens com trocas bem mais rápidas do que um automático convencional com conversor de torque. A suspensão traseira multilink filtra bem as imperfeições do solo até no modo de condução esportivo. Rodas aro 18 e pneus de medidas 235/45. O carro é muito confortável e transmite segurança em todas as situações.

VW Passat 2018 chega em versão única

O senão em ergonomia é o revestimento liso do volante que provoca deslizamento das mãos. A direção elétrica tem sensibilidade suficiente para o motorista sentir que tem o carro sob controle.

O coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx) é de apenas 0,28. Fabricante declara consumo de 10,4 km/l na cidade e 12,9 km/l na estrada. Tanque de 66 litros. Velocidade máxima é de 246 km/h e o carro atinge 100 km/h em apenas 6,8 segundos, segundo a Volkswagen. Torque está disponível a partir de 1.500 rpm. Freios a disco nas quatro rodas, sendo os dianteiros ventilados.

O peso é de 1.529 kg. Garantia é de três anos.

O Passat é rápido, acelera bem e retoma melhor ainda. Motor turbo proporciona retomada de velocidade em curto espaço de tempo. Dirigir o Passat é prazeroso. O carro é confortável, está sempre na mão e as respostas aos comandos do acelerador são imediatas.

Fotos Volkswagen | Divulgação

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário