Suzuki Jimny: opção em conta para quem quer um 4×4

Para os aventureiros de plantão, que desejam um veículo off-road, não há opção mais acessível no mercado brasileiro

Por AutoPapo01/04/16 às 13h56

Com 45 anos de história, o clássico Suzuki Jimny é fabricado no Brasil desde 2012, tendo nascido no Japão, a terra do sol nascente, em 1970. Hoje, o modelo é comercializado em 188 países. Atualmente, o jipinho tem seis versões disponíveis, todas 4×4 com opção de marcha reduzida, mostrando para que o valente nipônico veio ao mundo: transpor barrancos, atoleiros e pedregulhos. Os preços vão de R$ 65.490 a R$ 71.490.

Para os aventureiros de plantão, que desejam um veículo off-road, não há opção mais acessível que o Suzuki Jimny
(Suzuki/Divulgação)

Apesar do design cativante, com as diminutas dimensões de 1,6m de largura por 3,6m de comprimento em cores alegres, o Suzuki Jimny não é um veículo para quem busca alternativas para o dia-a-dia. Com um motor 1.3 de 85 cv movido a gasolina, câmbio manual de cinco velocidades e suspensão com eixo rígido (o mesmo para todas as versões) o jipinho não tem muito a oferecer ao cidadão urbano, que raramente abandona o asfalto entre sua casa e o trabalho.

Ao contrário, este Suzuki só faz sentido quando está em seu habitat natural, o off-road, para onde se mostra a opção mais econômica e de valentia consagrada. No meio da terra e do mato, as três opções de marcha resolvem a maioria dos problemas: a 2WD traseira, comum à maioria dos carros; a 4WD 4×4, que distribui a tração para as quatro rodas, e a 4WD-L com tração reduzida, que dobra o torque para te tirar do buraco.

Outro diferencial do Jimny é a altura livre do solo, que chega a 20 cm e contribui para sua capacidade de mergulhar em até 1m de água – quer dizer, de lama. Voltando à suspensão, aquela que incomoda no asfalto é ideal para terrenos irregulares e valas. Os eixos são independentes e equipados com molas helicoidais, permitindo que as rodas traseiras e dianteiras se disponham em ângulos diferentes ao mesmo tempo.

Habitabilidade do Suzuki Jimny

No interior, alguns confortos básicos para o motorista e seu grupo de amigos aventureiros: um sistema de áudio com CD player, MP3, rádio e entrada auxiliar, ar-condicionado e desembaçador traseiro. Além desses itens, airbag duplo, freios ABS, cinto de segurança de três pontos para o quinto passageiro e faróis de neblina dianteiro e traseiro completam os mimos.

Um dos pontos fracos do Suzuki Jimny é o espaço interno limitado, principalmente no banco traseiro. Ali, por sinal, há lugar para apenas dois ocupantes. O porta-malas também é bastante limitado, com apenas 113 litros de capacidade.

Foto Suzuki | Divulgação 

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário