Airbag e ABS: bandidagem assassina!

Economia na base da porcaria pode acabar provocando um acidente fatal! É isso que acontece ao se fraudar as luzes do airbag e do ABS

Por André Almeida25/04/19 às 15h00

Fala-se muito do “jeitinho brasileiro”. Porém, muitas vezes não se trata de jeitinho, mas de bandidagem mesmo. Principalmente em relação ao airbag e ao ABS.

Airbag

Uma delas é a “recuperação” de airbags. Tem oficina com suficiente cara de pau para anunciar que recupera airbags. O que é uma balela, uma mentira. Se o automóvel sofre um acidente e os airbags disparam, é impossível sua recuperação: a única solução, em qualquer lugar do mundo, é sua substituição. Entretanto, como seu custo é elevado, a “malandragem” é fechar as tampas para ninguém perceber sua ausência. Mas, como enganar os incautos?

A oficina desliga a luz de alerta do airbag no painel para tapear o novo “propriotário” do carro. Este é um dos principais problemas ao se comprar um carro que tenha se acidentado. Mas tem jeito de desmascarar os bandidos: ao virar a chave de ignição, todas as luzes de alerta devem se acender e, logo depois, se apagar. Se a do airbag não se acender, é sinal de que os bandidos atuaram.

De qualquer forma, vale também a pena pedir à oficina para checar o sistema, pois a malandragem está cada vez mais sofisticada e já tem recurso para fazer a lâmpada do airbag acender e apagar sem que exista airbag nenhum no automóvel…

ABS 

Desde janeiro de 2014 os automóveis comercializados no Brasil devem obrigatoriamente oferecer (além dos airbags) freios ABS. Entretanto, nem o governo, nem o fabricante desses equipamentos se preocuparam em uma campanha educativa para explicar como funcionam, e uma das dúvidas do motorista é quando se acende no painel a luz de alerta dos freios ABS.

Não se tem ideia se o aviso pode indicar um problema simples ou exigir a substituição do sistema. Na realidade, a falta do ABS não é facilmente perceptível pois o carro continua com os freios operando normalmente. Só numa situação de emergência, para evitar o travamento das rodas é que o sistema atua, evitando este bloqueio que faz os pneus se arrastarem no asfalto. Portanto, a luz de alerta do ABS não indica um problema grave durante a condução do carro, mas que ele deve ser levado à oficina para reparo do sistema eletrônico.

Entretanto, a mesma pi-ca-re-ta-gem do airbag se aplica ao ABS, que funciona baseado numa operação eletrônica que comanda a pressão no sistema hidráulico dos freios. No caso de uma pane, pode ser um simples sensor, mas pode ser a falência do microcomputador responsável por seu funcionamento. Como é uma peça de elevado valor (quase sempre importada), a “solução” pode ser tapear o dono do carro desligando a luz de alerta do sistema. Importante verificar, assim como no caso dos airbags, se a luz de alerta do ABS se acende ao ligar o carro e se apaga alguns segundos depois.

airbag
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (6 votos, média: 4,83 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
5 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Aparecido Giglio 3 de maio de 2019

    Pretendo comprar um Pajero Tr4 semi novo.Qual o senhorme recomendaria?

  • Avatar
    Ewerton Campos 27 de abril de 2019

    Falam mal das oficinas,mas muitas vezes é o próprio dono do carro que pede para fazer esse tipo de trabalho…

  • Avatar
    José Roberto 25 de abril de 2019

    Depois reclamam que o país só tem corrupto, é percebe-se!

  • Avatar
    Samuel 25 de abril de 2019

    Excelente materia. Parabens.

  • Avatar
    Arnaldo Moreira Borges 25 de abril de 2019

    Com relação ao ABS, considero importante uma campanha para ensinar e treinar o uso do mesmo.
    Sem o devido treinamento o motorista pode assustar com os ruídos gerados pela atuação do sistema, tirar o pé do freio, anulando completamente a eficácia do uso do mesmo.

Avatar
Deixe um comentário