Ano de fabricação diferente do ano modelo: o monstrinho de duas cabeças 0 km

Na hora da troca, a concessionária pode torcer o nariz e alegar a indiferença no documento, embora o que mande é o ano modelo

Por Boris Feldman12/12/18 às 10h00

Ter um carro com ano de fabricação diferente do ano modelo pode causar dor de cabeça, principalmente quando for quando for trocá-lo na concessionária. Por outro lado, ele pode servir como argumento na hora de pegar um veículo zero-quilômetro. Entenda:

[TRANSCRIÇÃO]

Quando chega o final do ano, é hora de você se preocupar com o monstrinho caso esteja pensando em comprar um carro zero quilômetro. Monstrinho é o carro de duas cabeças: ano de fabricação 2018, modelo 2019. Dentro de algumas semanas, a partir de janeiro, os carros já saem da fábrica como mesmo ano de fabricação e ano modelo, sempre 2019.

Modificação, não existe nenhuma. Entretanto, em termos comerciais, quando você for trocá-lo por um zero daqui alguns anos, poderá estar numa concessionária que vai torcer o nariz. Porque o ano modelo é um e o de fabricação é outro, e a concessionária resolve dar uma desvalorizada no seu carro, embora o que manda seja o ano modelo. Na pior das hipóteses, se você estiver pechinchando um carro zero por esses dias, o monstrinho sempre poderá ser um argumento a mais para se conseguir um descontinho adicional.

Ano de fabricação
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (2 votos, média: 1,00 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário