Ar-condicionado exige que tenha aditivo na água do radiador?

O que o aditivo na água do radiador tem que pode influenciar no funcionamento do ar-condicionado? Nada. Mas, por que recomendaram isso para o nosso leitor?

Por Boris Feldman15/12/19 às 09h15

Disseram para um leitor do AutoPapo, numa oficina, que pelo fato do carro dele ter ar-condicionado ele não poderia deixar de colocar o aditivo na água do sistema de refrigeração, a água do radiador. E a explicação foi de que o ar-condicionado exige mais do motor e que esta sobrecarga é que torna, então, necessária a presença do aditivo. Só que essa recomendação não tem pé nem cabeça. Porque todos os automóveis têm que ter esse aditivo na água, tenha ou não tenha o equipamento de ar-condicionado. Este aditivo é o etilenoglicol que vai misturado na água, na base de 50%. Este percentual pode variar, porém os líquidos que se encontram a venda para colocar no radiador já vêm prontos com a mistura água/etilonoglicol no percentual correto para cada automóvel.

As finalidades básicas do aditivo: em primeiro lugar, lubrificar o sistema de refrigeração e evitar que seus componentes se enferrujem; em segundo lugar, subir o ponto de ebulição da água. Ou seja, se o motor esquenta acima de sua temperatura normal, fica mais difícil da água ferver, o que pode prejudicar o sistema de refrigeração. Vai aqui, então, uma dica: toda vez que completar a água do radiador, use o líquido que já contém o aditivo.

ar condicionado
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
5 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Andre Molisani 16 de dezembro de 2019

    Acredito que quando falaram para ele sobre a influência no ar condicionado, não falaram que é indiretamente,todo veículo precisa no sistema de arrefecimento de aditivo, existem o pronto para uso e o concentrado (se dilui com água desmineralizada),podem ser com etileno glicol,monoetileno glicol, híbrido,e alguns levam outros químicos,os mais novos protegem os blocos e cabeçotes de alumínio,evitando a cavitação,troca energética, lubrificação, aumenta o ponto de ebulição,anti congelante,evita a corrosão. Um dos maiores problemas no mercado e venderem anticorrosivo baratos como aditivo,o sistema de arrefecimento precisa muito mais de outros químicos que somente anticorrosivo. E tem mais,o preço tem variação de acordo com o tempo de vida útil do aditivo,que pode variar de um ano a cinco anos no sistema

  • Avatar
    Roberto Carvalho 16 de dezembro de 2019

    Além disso, o aditivo na agua do radiador tambem previne que o trocador de calor de ar quente enferruje. Inclusive é recomendado ligar o ar quente periodicamente para fazer a agua quente do radiador com aditivo passar, não só no inverno.

    • Avatar
      Irapuã 17 de dezembro de 2019

      O aquecer fica no mesmo sistema fechado do liquido de arrefecimento do motor, tendo fluxo 100% do tempo. É recomendado ligar o ar quente pra matar algumas bactérias q podem proliferar no Evaporador do ar condicionado.

  • Avatar
    Leandro Severino 16 de dezembro de 2019

    O termo correto aí seria arrefecimento. Refrigeração em si, utiliza gás (freon) sem relação alguma com água ou aditivo… São sistemas diferentes e separados.

  • Avatar
    Eduardo Ramos 15 de dezembro de 2019

    Corretamente,sempre use aditivos em seu veículo com ou sem ar condicionado.Ele é importante para evitar a oxidação e corrosão das peças de metais do seu veículo ( ex. Colmeias/bomba d’água/e toda parte do sistema.

Avatar
Deixe um comentário