Preciso desligar o ar condicionado antes de desligar o carro?

Boris dá dica para evitar a proliferação de fungos e ácaros no ar condicionado

Por BORIS FELDMAN09/04/18 às 15h02

A maneira correta de se usar o ar condicionado é fundamental para se evitar gastos desnecessários e faz bem para a saúde dos ocupantes do veículo. Veja essa dica do Boris para evitar a proliferação de fungos e ácaros no sistema.

[TRANSCRIÇÃO]

Tem fundamento a dica de se desligar o ar condicionado alguns minutos antes de chegar ao destino? Sim, tem. Mas não é para desligar o ar mas para desligar o compressor, ou seja, ficar só na ventilação. E qual o motivo disso? É pela probabilidade dos dutos de saída do ar frio para o interior do carro estarem úmidos e se criarem ali fungos, ácaros prejudiciais ao organismo. Então, se o motorista desliga o ar condicionado alguns minutos antes de desligar o carro o ar vindo do ventilador seca esses dutos e, uma das maneiras de se conseguir isso, caso não exista só o botão de ventilação, é aumentar a temperatura no botão de controle até que se torne desnecessário o compressor e ele se desligue.

cuidados com o ar condicionado

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

2 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • paulo e.f. diehl 15 de setembro de 2018

    oi Boris, fui informado que se ligarmos o ar condicionado , juntamente , com o ar quente , durante uns 10 minutos por semana, esse procedimento eliminará os fungos e ácaros, e etc,… será lenda urbana ou verdade???

  • Fernando Soares 6 de setembro de 2018

    Isso de ligar a ventilação é papo pra boi dormir. Desligue o ar faltando cerca de 3 minutos para chegar a seu destino, abra as janelas e troque o filtro de ar condicionado no máximo a cada 20 mil km.

Deixe um comentário