Picape Mercedes causou prejuízo bilionário devido a erros estratégicos

A produção da Classe X na Argentina, de onde seria importada para o Brasil, já foi cancelada; fabricação segue na Espanha, mas em baixo volume

Por Boris Feldman03/09/19 às 08h30

Às vezes, as fábricas erram mesmo. Mas poucas vezes a Mercedes-Benz teve uma ideia tão estapafúrdia como o lançamento da picape Classe X, que é baseada na picape Nissan Frontier.

Sua produção seria em duas fábricas da aliança Renault-Nissan: na Argentina, de onde viria para o Brasil e na Espanha, de onde seria exportada para a Europa, África do Sul e Austrália. A produção na Argentina, que seria iniciada neste ano, já foi cancelada.

Na Espanha, onde sua produção foi iniciada em 2017, o volume de fabricação é baixo, pois poucos querem pagar 37 mil euros na versão básica, que não é muito diferente de uma Nissan Frontier. Ou 59 mil euros – cerca de 270 mil reais – na topo de linha, com motor V6. Um “pequeno” erro estratégico da Daimler, que vai amargar um prejuízo acima de um bilhão de euros.

mercedes benz classe x deposito na argentina
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário