Os cintos do banco traseiro também protegem os ocupantes da dianteira

Apesar da lei, muitos passageiros que vão no banco traseiro não usam o cinto de segurança. Essa atitude pode matar os passageiros que vão na frente

Por Boris Feldman07/03/19 às 17h15

Não usar os cintos de segurança no banco traseiro é assumir um risco desnecessário. Inclusive, essa atitude coloca a vida dos ocupantes do banco da frente em perigo!

[TRANSCRIÇÃO]

Dizem as estatísticas, e eu faço também as minhas próprias pesquisas quando ando de táxis, por exemplo, e pergunto: quem vai no banco de trás afivela o cinto de segurança? E há uma quase unanimidade dos taxistas: “na frente quase todo mundo, atrás menos da metade dos passageiros”. E, eles revelam a preocupação em serem multados, pois cabe ao motorista exigir que todos afivelem os cintos.

Eu vou mais além e ainda faço uma advertência para quem não exige o uso dos cintos no banco traseiro: não se esqueçam que o passageiro no banco de trás sem o cinto, no caso de um impacto frontal, além de se ferir, ele pode provocar ferimentos ou até matar o motorista e o passageiro que vão na frente. Esta continua sendo uma incompreensível verdade: por que os passageiros do banco traseiro imaginam não ser necessário afivelar o cinto?

Não usar o cinto no banco traseiro
  • Matéria publicada originalmente em 31/05/2018
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário