Para-brisa trincado tem reparo? Só em alguns casos

Nem sempre é preciso realizar a troca de um para-brisa trincado. Em alguns casos é possível fazer um pequeno reparo

Por Boris Feldman17/03/20 às 17h30

Trincou o seu para-brisa? Então cuide-se! Atenção, pois a legislação considera a visibilidade do motorista um item de segurança. E uma trinca pode prejudicá-la. Rodar com o automóvel nestas condições é uma infração considerada grave, com multa de R$ 127 e mais cinco pontos no prontuário.

Entretanto, nem sempre é necessário substituir o para-brisa. Que, aliás, pode custar uma nota preta. Em automóveis nacionais mais simples, o custo começa de R$ 200 à 300. Mas no caso de nacionais mais sofisticados ou carros importados, já existem sensores de chuva e outros dispositivos eletrônicos praticamente invisíveis e embutidos no vidro. Que pode, neste caso, chegar a custar R$ 15 mil.

Entretanto, o reparo pode ser feito, desde que a trinca seja de um tamanho pequeno, inferior a um a dois centímetros. Existem empresas especializadas que aplicam uma resina no lugar da trinca a um custo de R$ 100 à 200 e o para-brisa fica novamente perfeito.

Este reparo só não é possível quando a trinca já tem dimensões maiores, ou então ela está localizada numa das extremidades do para-brisa, onde não se recomenda o reparo.

para-brisa trincado no lado do passageiro
Para-brisa trincado no lado do passageiro
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário