PSA vai mal no Brasil, mas Citroën lança Cactus…

Holding PSA, que controla Peugeot e Citroën, já teve dias gloriosos no Brasil, mas, agora, está tendo que correr atrás para se recuperar em nosso mercado

Por BORIS FELDMAN10/08/18 às 06h30

A PSA está na luta para reviver um passado mais pomposo que teve no Brasil. E uma das expectativas está no lançamento do Cactus, pela Citroën.

[TRANSCRIÇÃO]

PSA é a holding que controla Peugeot e Citroën. E, aqui no Brasil, ela já teve momentos mais gloriosos. Ela acabou perdendo mercado por ficar anos sem investir e agora está fazendo um super esforço para se recuperar. Ela anunciou, por exemplo, que esse ano teve um aumento de 14% nas vendas, mas a rigor, ela não cresceu nada porque esse foi o crescimento de todo o mercado de automóveis. E ela continua, portanto, com a mesma ínfima participação de 1% no mercado.

Entre as novidades para este ano, ela já começou a produzir e inicia as vendas em outubro, de um SUV chamado Cactus, com a mesma plataforma do C3, do Aircross, do Peugeot 208 e do 2008 com motores 1.6 aspirado e 1.6 turbo. É um projeto moderno, estiloso e que poderá contribuir para que a Citroën e a própria PSA voltem a dias mais gloriosos no Brasil.

PSA
Foto Citroën | Divulgação

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

52 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • AGUINALDO 30 de novembro de 2018

    Citroen não cumpre o prazo de entrega, comprei um cactos com a promessa de me entregarem em 40 dias, e já se passaram 70 dias e não tenho data pra receber.

  • Stefani 11 de novembro de 2018

    Tenho só elogios a Citroën! Eu tive um Xsara Hatch 2.0 automático 01. Meus amigos…..era um ótimo automóvel, completo completo.
    Pra mim tanto faz os conservadores quererem Volks e GM. Fiquem com carros pelados, sem segurança (Onix), ou com um desatualizado Gol ( ou compra um Gol completo paga $60.000,00) , Esse pessoal que critica a Citroën, não evolui come na mão dessas montadoras, pagando caro e achando que na revenda vão menos desvalorização, me diga um francês desvaloriza em um ano 10% um canela seca GM ou Volks desvaloriza 9%.
    1% . E não venham me dizer que vende mais rápido, tenho lojas, o tempo pra vender um carro é o mesmo entre o Citroën e os outros. Qualquer carro pra vender na tabela é difícil. Eu vejo que brasileiros estão aceitando outras marcas Hiunday com HB20, isso acontece porque foi provado que é um carro bonzinho, quando o Citroën Cactus se estabilizar no mercado, mecânicos começarem a elogiar o carro, Esse pessoal que só sabe achar que unicos carros que prestam são Gol e Onix, na verdade são os pés rapados, esses caras não podem nem comprar um carro de um patamar mais elevado se resumem entre Gol é Ônix, vocês acham que vão por na cabeça desses caras que um Citroën é de uma Fabricante tradicional forte resistência é prova para Rallis internacionais , preços honestos com muito conforto pros clientes em termos de itens acessórios segurança, se contente com o pouco que outras marcas oferecem ou pagam uma manutenção de um top da Volks , por exemplo Uma Taurek ou Tiguan, ou GM

  • DMC 10 de novembro de 2018

    Estou no meu segundo c3, o primeiro era 4 cilindros 1.5 ; agora é um 3 cilindros 1.2 bloco em alumínio , alta tecnologia, praticamente a mesma potência e torque do 1.5 , consumo baixíssimo carro completo tecnológico; a ultima revisão (ANUAL) saiu por R$: 389,63, isto porque foi feito o alinhamento e balanceamento mais o kit de lubrificação de portas e pedais que eram opcionais.
    Minha esposa tem um GM Prisma 2017 já fez três revisões (semestral) com custo de R$: 840,00 e o motor deste carro “parece” ter o bloco do Monza Barcelona que meu pai tinha na década de 1990.

  • Saulo 9 de novembro de 2018

    Tenho o C3 1.2. Excelente carro, suspensão, motor, muito economico e confortável, sem nenhum ruído anormal. Não tenho problemas com pós-vendas, muito pelo contrário. Muitos dos que falam mal, são carros que tiveram a manutenção negligenciada. Muito satisfeito com a Citroën.

  • Durval 8 de novembro de 2018

    Não Comprem o Citroen Cactus PCD Pensando que será o mesmo carro anunciado (Completo) pois ao pedir minha carta de intenção de compra fui informado que o carro para PCD mudará e ficará sem muitos equipamentos a partir talvez já do dia 20/11/18. (informações da Concessionaria Louvre- Santos e Savol Citroen – SP. Tremenda sacanagem da Citroen. Poderia fazer um vídeo com as reclamações.

    • Douglas 9 de novembro de 2018

      Depois vc cancela a Carta de intenção e deixa eles na mão, são sacanas mesmos, querem te empurrar o 2008 que tem apronta entrega. o Captur caparam tb e agora ninguém quer, esses franceses são muito burros, se já estão na merda eles fazem de tudo para continuar na merda rsrsrs

  • Fernando 7 de novembro de 2018

    Não teve problemas porque não ficou mais que 10.000 km com ele, acertei? Eu já tive duas bostas da Peugeot, um 207 manual que peguei 0 km e depois um 307 zero km automático. O 207 com 10.000 km estragou a embreagem, como estava na garantia deixei na concessionária e fiz um negócio onde entreguei ele pra pegar um 307 automático. E o 307 com 8.000 km, adivinhem? Deu perda total no cambio automático, travou tudo! Consertada a porcaria novamente sem custos e então fiz o certo, mandei pra puta que pariu esse lixo, vendi sem dó por 20% a menos do que paguei. Carro francês nunca mais me enganam. É LIXO. NÃO PRESTA, não se enganem com as perfumarias! Carro pior que os franceses somente os chineses.

    • Michael 18 de novembro de 2018

      Tenho um 208 griffe 1.6 que comprei zero em 2015 e até hoje nunca tive problema com nada. Só coloquei gasolina e fiz as revisões. Ta com 40mil km. Tive um C4 Hatch tb que rodei 40mil e nao tive problema algum. Só a desvalorização do c4 foi triste. Em compensação, tivemos uma ecosport 4wd 2014 que nos deixou empenhado em plena BR-101 por ter dado um curto na sua elétrica e o carro simplesmente desligou em movimento. Tinha 25mil quando aconteceu o fato. Então é tudo questão de ponto de vista.

      • Daniel 30 de novembro de 2018

        Também tive um C4 Hatch 2.0 aut 2010 e vendi com 38 mil, só fiz as revisões e mais nada, jamais me deixou na mão, adorei o carro, tinha tudo, fiquei com ele até o final de 2016 e a perda foi um pouco maior q q perda q teria se fosse o Civic, q quase comprei na época, vendi pela tabela fipe. Excelente carro.

  • André 3 de novembro de 2018

    Estou comprando um c4 cactus. Já tive peugeot. Nunca tive problemas com ele. O carrinho era econômico, andava bem, estável na pista…só elogios. Não consigo entender porque nós, brasileiros, temos tanta aversão aos carros franceses. Ande num deles… Isso faz com que os carros tradicionais custem caro. Saibam que os carros franceses, como não vendem tão bem, aos que optam em comprá-los, recebem uma melhor valorização no seu usado, bem como abatimento no emplacamento e algumas cortesias. Vocês poderiam dizer…é para atrair compradores. Pode ser, mas, já fiz teste drive em vários SUV. O cactus, pode não ser o melhor mas está entre os melhores principalmente no quesito estabilidade, design, segurança e recursos tecnológicos só vistos em SUVs top de mercado. Façam o teste drive e SAIAM DA MESMICE

    • Fernando 7 de novembro de 2018

      Não teve problemas porque não ficou mais que 10.000 km com ele, acertei? Eu já tive duas bostas da Peugeot, um 207 manual que peguei 0 km e depois um 307 zero km automático. O 207 com 10.000 km estragou a embreagem, como estava na garantia deixei na concessionária e fiz um negócio onde entreguei ele pra pegar um 307 automático. E o 307 com 8.000 km, adivinhem? Deu perda total no cambio automático, travou tudo! Consertada a porcaria novamente sem custos e então fiz o certo, mandei pra puta que pariu esse lixo, vendi sem dó por 20% a menos do que paguei. Carro francês nunca mais me enganam. É LIXO. NÃO PRESTA, não se enganem com as perfumarias! Carro pior que os franceses somente os chineses.

  • ANSELMO QUEIROZ ROCHA 9 de setembro de 2018

    Possuo um C3 2015 desde novo e o carro é excelente. Nunca tive carro Francês, mas me surpreendi positivamente em tudo e vou tentar não sair mais da marca!!

    • Cleber Batista 24 de setembro de 2018

      Estou saindo de um Aircross 16/17 para C4cactus verão Feel ,tudo bem que carro que sair é praticamente novo ,mas não tive o meno problema ,conforto ,segurança e bastante itens de série …satisfeito …Por enquanto tô na marca !!!

    • Marcelo Ribeiro 27 de outubro de 2018

      Aqui no RJ as concessionarias Peugeot e Citroen estão fechando. Aqui na Zona Sul não tem mais nenhuma funcionando e estou pensando eu e minha esposa que sempre fomos fiéis a marca a vender nossos carros antes que piore por falta de pós venda….Isso está desvalorizando mais ainda os carros da marca para revenda…As concessionarias atendendo aqui no RJ fui informado que não fazem mais serviços de funilaria….Que tristeza….Está sendo um transtorno ter que levar nossos carros muito longe de onde trabalhamos para revisões e algum eventual reparo…

  • SEBASTIÃO BATISTA MARTINS 3 de setembro de 2018

    ACHEI O CACTUS MUITO LINDO VOU TENTAR TROCAR MEU JAC T5 MEU CARRO E MUITO BOM MAS GOSTEI DO CACTUS ESPERO TER UMA BOA AVALIAÇÂO NO T5

  • marcos 17 de agosto de 2018

    tenho 1 c3 2010 tive outras marcas mas nehum me encantou como o c3 e macio nao tem barulho de nada todos que dirigem ele fica encantado estou muito feliz por ter comprado comprei desconfiado arrempendo de nao ter comprado bem antes

  • Fabricio 16 de agosto de 2018

    Tenho um C3 1.4 XTR 2010 tem coisas nele de tecnologia que você só encontra agora nos carros das marcas populares não tenho nada a reclamar do meu c3 é muito mais carro que os gol, onix, ka atuais o valor de peça hoje em dia é praticamente o mesmo…

  • roberto 16 de agosto de 2018

    alguem sabe se havera ampliacao da rede de concessianarias?

    • Marcelo Ribeiro 27 de outubro de 2018

      Roberto, Aqui no RJ as concessionarias Peugeot e Citroen estão fechando. Aqui na Zona Sul não tem mais nenhuma funcionando e estou pensando eu e minha esposa que sempre fomos fiéis a marca a vender nossos carros antes que piore por falta de pós venda….Isso está desvalorizando mais ainda os carros da marca para revenda…As concessionarias atendendo aqui no RJ fui informado que não fazem mais serviços de funilaria….Que tristeza….Está sendo um transtorno ter que levar nossos carros muito longe de onde trabalhamos para revisões e algum eventual reparo…

  • Raphael Barella 13 de agosto de 2018

    Quero deixar um convite a todos – principalmente aos não adeptos a marca Citroen: Entrem no meu Instagram (novocitroenc4cactus) e confiram algumas publicações. Como disse o colega aqui: Saiam da “caixinha”! Uma marca que iniciou suas atividades em 1912, não pode produzir carros sem qualidade. A Citroen inovou em muitos aspectos. Criou tecnologias que são utilizadas até hoje. Custo de manutenção não é o mais caro. Valor de revenda é igual aos demais. Coloquem suas ideias alem das fronteiras do nacionais. Vejam quanto vale um carro usado nos EUA, por exemplo. Infelizmente o preço dos carros por aqui e um absurdo. Mas isso não é restrito a Citroen.

    • Marcelo Ribeiro 27 de outubro de 2018

      Aqui no RJ as concessionarias Peugeot e Citroen estão fechando. Aqui na Zona Sul não tem mais nenhuma funcionando e estou pensando eu e minha esposa que sempre fomos fiéis a marca a vender nossos carros antes que piore por falta de pós venda….Isso está desvalorizando mais ainda os carros da marca para revenda…As concessionarias atendendo aqui no RJ fui informado que não fazem mais serviços de funilaria….Que tristeza….Está sendo um transtorno ter que levar nossos carros muito longe de onde trabalhamos para revisões e algum eventual reparo…

  • Raphael Barella 13 de agosto de 2018

    Gostei de ler alguns comentários aqui. Antigamente só haveriam pessoas criticando as marcas francesas. Mas são aquelas pessoas que ainda falam sobre motores ‘AP’ e revenda de carro popular 1.0. O mercado mudou (graças a deus) e hoje todas as marcas produzem carros bons. Manutenção de carros de marcas populares muitas vezes são 3 vezes mais caros que marcas francesas. Fora que graças e elas, hoje temos carros muito melhores a nível de segurança, tecnologia e acabamento.

  • Evandro 12 de agosto de 2018

    Fefo, Boa noite.
    Vai custar em torno de 55.000,00

  • Roger 12 de agosto de 2018

    Os carros da PSA são muito bons. Atualmente os valores de peças estão muito próximos das outras marcas. Existe limitações igual outras marcas tem. A tropicalização dos carros faz limitar isso, ponto de vista (condições de vias, etc). O motor THp e seis marchas ficaram excelentes.
    A posicão de dirigibilidade e outros itens revive o prazer de dirigir.
    Obrigado PSA por acreditar no Brasil que ainda temos carro opções de tecnologia embarcada no País.

    • Raphael Barella 13 de agosto de 2018

      Concordo com seu comentário. Muita gente “mete o pau” nos franceses mas ainda estão com a cabeça nas décadas passadas. Hoje em dia, carros da marca VW, por exemplo, tem manutenção bem mais cara que os da Citroen. Fora valor de seguro. Podem até falar em revenda. Mas diga aí: Qual carro vale alguma coisa na hora de vender?

      • Cleber 24 de setembro de 2018

        Gostei do seu comentário … Não compro carro pensando em revenda , compro por que gosto ,me agradou , e correspondeu os meus anseio como cliente ,compro !

  • Ronaldo Marques 11 de agosto de 2018

    Gosto da PSA. Nos últimos 12 anos tive 2 PSA (1 peugeto e 1 citroen) e estou estudando possibilidade de um forgão Jumpy ou Partner para empresa.

    O que me fez adiquiri-los na época foram principalmente custo/benefício: entrega de maior recursos e valores por preços competitivos. * Infelizmente HOJE a situação é outra. PSA aqui no brasil só faz mauiagem. Esta cobrando mais preço que os concorrwntes entrgando menos recursos, principalmente com pseudo inovações: a gama PSA no Brasil vem sempre desatualizada: é perder mercado na certa.

    Cactus… Cade o conceito cactus ? Cade o painel moderno? Cade a suspensão diferenciada? O que esse produto me oferece relevantemente melhor que outros automoveis na mesma faixa de preço?

    • Raphael Barella 13 de agosto de 2018

      Oi Ronaldo. Respondendo a sua pergunta, o novo Cactus teve algumas adaptações para nosso mercado. A ideia da marca é trazer um veículo com preço competitivo. Se você considerar a versão mais completa, ela vai oferecer um motor turbo flex de 173cv, sistema se frenagem autônoma, alerta de mudança de faixa e um design bem inovador. O preço estimado dessa versão será 95 mil. Qualquer carro com esse nível de equipamento não custa menos de 130 mil reais.

  • Reginaldo 11 de agosto de 2018

    Tive um C3 Picasso 2013 e fiquei satisfeito e surpreso com sua qualidade, mas me surpreendi quando a concessionária fechou. O carro ainda estava em garantia e tinha que me deslocar para outra Cidade, perdia praticamente um dia ou dois para a revisão. Infelizmente me acidente com perda total. Se não fosse o problema de assistência, com certeza compraria outro Citroen SUV.
    Sem citar marcas comprei outro SUV e ainda sinto saudades do C3.

    • Prescritos VR 13 de agosto de 2018

      Mora numa cidade d o interior e a concessionária fechou aqui.
      Apesar de gostar muito do carro, a dificuldade de manutenção pesa muito contra eu me manter com produtos da PSA. Infelizmente no Brasil os bons produtos da PSA não são reconhecidos pelo mercado. Se paga caro por produtos inferiores.

  • Edson da Silva Goncales 11 de agosto de 2018

    Comprei um Aircross 2017, não tenho palavras para descrever o carro, maravilhos , não deve nada para Jeep, Chevrolet, Volkswagen, etc, carro maravilhoso.

  • Emilio Ferrari 11 de agosto de 2018

    Alguem me explica como uma montadora (PSA) em declinio, retira seus carros defasados da lista de PCD’s para tentar vendê-los no comercio. Ela mesmo foi fechando as portas, inclusive das Concessionarias, já que poderia ter maior visibilidade no mercado.
    Por ser alto, precisava de um entre eixos maior, então minha primeira opção era um c4, fechou, a segunda um 408, fechou, e tb o 308. Sobrou o pão de forma aircross e o c3 alem do 208 e 2008, que absolutamente não me “cabem”.
    Segue fabricando 300/500 carros de cada modelo.
    Franceses…….e seu marketing. C’est fini.

    • Raphael Barella 13 de agosto de 2018

      Oi Emilio. Uma boa notícia pra vc então. O novo Citroen C4 Cactus chegará mês que vem com isenção de IPI e ICMS. Se quiser dar uma conferida, entra lá no meu Instagram: novocitroenc4cactus

  • Washington 11 de agosto de 2018

    Confesso que tinha um certo receio nas marcas da PSA, mas depois que dois irmãos compraram carros da Peugeot, vi que o que falam é mito! Comprei ano passado um C4 Hatch At 2.0, e vi que é só preconceito, o carro é fantástico, muita tecnologia embarcada e muita segurança e conforto, vendi e comprei a poucos dias um C3 Exclusive, estou encantado! Em um futuro próximo, terei um Peugeot 3008, um sonho de consumo!

  • Alexandre 11 de agosto de 2018

    Fiquem dentro da caixinha e continuem comprando VW, GM, Fiat e Ford…….Pobres ouvintes da Cultura da” Gabriela”……Mudem o pensamento e ingressem em automóveis………….pois para mim, VW, GM, Fiat e Ford aqui no Brasil não passam de carrinhos………..

    • Paulo 24 de novembro de 2018

      Com todo respeito as vozes contrarias, mas citroen dispensa comentarios. Sua historia e sua fama no mundo ja falam por si.

      Porem, no que se refere ao Brasil, tem-se politica distinta da usada na Europa, em virtude da qual: pos venda ineficiente; carros esvaziados em diversos itens de serie; tributacao que oneram o preco final. Uma lastima.

  • Matheus 10 de agosto de 2018

    Ao invés do Cactus, a Citroen poderia ter trazido o C3 Aircross, q na minha opinião é muito mais bonito, parece mais SUV! E na Europa é considerado SUV! O Cactus lá, é um Hatch aventureiro!

  • Amanda 10 de agosto de 2018

    Lindo o carro!

    Adoro esta marca, além de serem super modernos e o design mega diferenciados ! Acho um carro super forte já tive um C3, C4 e agora um DS5…
    Nunca tive problema com nenhum deles é fazem 10 anos que n troco por outra marca!!!

  • Rodrigo 10 de agosto de 2018

    Já começará. Bem com o cactus por aqui, piorando o interior e aproveitando peças daqui. O cactus daqui usará o mesmo painel do c4. Perdi o interesse nele.

    • Raphael Barella 13 de agosto de 2018

      Oi Rodrigo. Isso não é de hoje e não é restrito a Citroen. Trabalhei anos na VW e via a diferença dos carros que eles exportavam. Muito mais completos e bem acabados, O problema é a tributação. Os carros custam muito aqui no Brasil. A PSA investiu 800 milhões de reais para adequar a linha de montagem e produzir o Cactus. Apesar de ele ser um pouco diferente da versão europeia, ainda vai ser uma excelente opção. Entra lá no meu Instagram e dá uma olhada: novocitroenc4cactus. Abs!

  • GERSON 10 de agosto de 2018

    Será que as revendas Peugeot vão vender e dar assistência? A rede Citroen é quase inexistente.

    • Raphael Barella 13 de agosto de 2018

      Gerson, a PSA está unificando as marcas para dar um atendimento melhor. Espero que cheguem no nível de uma Toyota. De qualquer forma já são melhores que as marcas mais populares.

  • Armando Tanaka 10 de agosto de 2018

    Em um país que. fora está por um fio, a GM lança veículos que falham no Ncap Latin América a PSA continua a investir, manutenção cara da Citroën, onde ??? Já é o meu segundo C3 e omitem mais caro foi matrocas dos pneus que não depende da montadora, quebram, só se jogar da montanha, assistência técnica deprorável, falangista para quem comprou ou ainda tem o câmbio Power Shift da Ford ou iMotion da VW. Isto aqui está parecendo a história da Fiat nós temos do 147. Enquanto o povo não parar com preconceitos nunca sairemos do 4° mundo !!!

    • Luiz Claudio 11 de novembro de 2018

      Citroen ótimos carros ! Quem não gostam são antigos proprietários de cabrestos que se a Volks ou GM , vender jumentos , eles compram , não estão acostumados nem com um vidro elétrico, se quebrar é mais caro pra arrumar, câmbio automático, nem pensar, se quebrar né meu? Vai de pé de boi, e deixa um Citroen com quer automóvel.

    • Clovis 11 de novembro de 2018

      Citroen ótimos carros ! Quem não gostam são antigos proprietários de cabrestos que se a Volks ou GM , vender jumentos , eles compram , não estão acostumados nem com um vidro elétrico, se quebrar é mais caro pra arrumar, câmbio automático, nem pensar, se quebrar né meu? Vai de pé de boi, e deixa um Citroen com quer automóvel.

  • ARIPÃ MAURÍCIO 10 de agosto de 2018

    O estilo é diferente e bonito, como convém aos designers desta marca, mas as pergunta é, presta? Afinal Citroen tem a manutenção mais cara, assistência técnica deplorável, sem contar que ser carros quebram fácil.

    • Paia 10 de agosto de 2018

      Ainda existem comentários de trouxas como vc. Barata é a manutenção dos VW. Troxa

      • Fefo 11 de agosto de 2018

        Quanto custaria uma versão para deficiente visual,já que o c4 se propõe a tantas novas tecnologias?

      • Raphael Barella 13 de agosto de 2018

        Amigo, isso foi da década de 2000, quando a VW produzia ‘golzinho’ 1.6. Compra uma Tiguan pra vc ver!

    • Raphael Barella 13 de agosto de 2018

      Aripã, me desculpe, mas seu conceito está desatualizado. A manutenção da Citroen não é a mais cara. Algumas marcas “populares” tem custo de manutenção bem mais caro (ex: C4 Louge THP x Jetta TSI). Para o C3, o custo de matutenção é de 1 real por dia. Diga aí, qual marca oferece revisão por 365 reais por ano? Se quiser saber mais, entra no meu Instagram: novocitroenc4cactus

    • Raphael Barella 13 de agosto de 2018

      Aripã, o custo de manutenção da Citroen não é mais caro. No caso de alguns modelos é até mais barato (C4 Lounge THP x Jetta TSI). Em alguns modelos chega a custar 1 real por dia. Que marca cobra 365 reais de revisão por ano? Se quiser mais informações me segue lá no Instagram: novocitroenc4cactus

    • Los Cocos 19 de agosto de 2018

      Realmente quebram fácil…
      Só pode ser brincadeira. Nos últimos 18 anos a PSA ganhou 11 vezes o WRC.
      Tenha um carro europeu antes de falar coisas sem sentido.
      E não coloque carros sem manutenção na conta, se o dono é irresponsável e desleixado a culpa não é do carro ou fabricante.

Deixe um comentário