Etanol aditivado traz algum benefício a mais para o veículo?

Ouvinte ficou curioso ao parar no posto e ver uma bomba com etanol aditivado. Na dúvida ele questiona se compensa pagar um pouco mais caro pelo aditivado

Por BORIS FELDMAN11/08/18 às 07h30

Ao abastecer, um motorista encontrou uma bomba com etanol aditivado. Mas, não é só gasolina que precisa de aditivos? Será que vale mais a pena abastecer com o etanol aditivado do que com o comum?

[TRANSCRIÇÃO]

Outro ouvinte nos perguntou sobre o etanol aditivado. Ele disse que ao parar no posto, com seu carro flex, em alguns deles existe o etanol aditivado e em outros só a gasolina aditivada, e que o etanol encontrado é só o comum. E a explicação para isso é de que, à rigor, não há necessidade de usar o combustível derivado da cana aditivado. Tanto é que a única que o oferece em seus postos é a Shell. Afinal, o etanol tem baixo teor de carbono, ao contrário da gasolina que tem um elevado teor de carbono que provoca depósitos carboníferos dentro do motor.

Quem usa o etanol no carro flex dificilmente terá problemas com depósitos carboníferos. Então, o resumo da obra é que: etanol aditivado, mal não faz. Mas, questiona-se se vale a pena investir nesse combustível que é um pouco mais caro. E tanto não é necessário que o nosso próprio ouvinte observou que ele sequer existe em postos de outras marcas.

etanol aditivado

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

7 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Jacques 31 de agosto de 2018

    A autonomia, tanto de gasolina aditivada quanto de etanol aditivado não aumenta, pois os aditivos não são inflamáveis.

  • Tácito 31 de agosto de 2018

    Por favor corrija a matéria, pois no caso do etanol aditivado ele não faz o mesmo papel de “limpeza” que a gasolina aditivada faz, e sim o de lubricidade, pois o etanol resseca mais os componentes do motor

  • Wagner jose 31 de agosto de 2018

    Então não seria o caso de usar um aditivo comum na hora de abastecer

  • Max 31 de agosto de 2018

    A shell alega ter desenvolvido um aditivo que lubrifica o motor durante a queima (não é pra limpeza), pois o etanol tem um funcionamento mais seco que a gasolina, que é um óleo. Eu já utilizei e realmente o carro fica similar ao uso com gasolina (mais suave), mas sem perder a potência extra que o etanol ocasiona. Quem quiser utilizar eu recomendo.
    Abraços.

  • RAFAEL DA SILVA ALMEIDA 12 de agosto de 2018

    Se a autonomia de km por litro aumentasse valeria a pena. Temos que fazer o teste

    • Jacques 31 de agosto de 2018

      A autonomia, tanto de gasolina aditivada quanto de etanol aditivado não aumenta, pois os aditivos não são inflamáveis.

  • Walter 12 de agosto de 2018

    Oi Boris.
    A rede de postos Ipiranga parece que também está entrando no jogo. Há um posto na Av. Eng. Caetano Álvares, zona norte de São Paulo, que está comercializando o álcool aditivado.

Deixe um comentário