Recall Volkswagen: marca vai recomprar, e não consertar carros envolvidos

Proprietários de 194 veículos de diferentes modelos, produzidos a partir de 2008, vão receber valor da tabela Fipe por eles

Por Boris Feldman04/02/19 às 06h15

O recall da Volkswagen foi anunciado após a montadora perceber que vendeu alguns carros pré-série. Veja aqui quais modelos estão envolvidos:

[TRANSCRIÇÃO]

A Volkswagen percebeu que, dos sete milhões de carros que ela produziu entre 2008 e 2017 aqui no Brasil, 194 unidades eram do tipo pré-série. São aqueles carros produzidos antes do lançamento oficial, para filmes e fotos publicitárias, treinamento de mecânicos e vendedores, test drive de concessionários e dos jornalistas e, depois, para serem utilizados normalmente por seus funcionários.

A diferença desses carros é que eles têm algum componente estético ou mecânico que não foi homologado para eles. Em geral, (esse item foi) aproveitado de alguma série anterior. Mas são carros que não deveriam ser comercializados. A Volkswagen decidiu então fazer um recall, não para reparar nada: ela vai pagar tabela Fipe para o proprietário e sucateá-los. Veja aqui a relação completa e os números dos chassis dos automóveis.

Recall dos carros da Volkswagen
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Carlos de Sá 5 de fevereiro de 2019

    A Volkswagen vende carro proibido e perigoso e anos depois compra pelo preço de tabela FIPE??? Tem que pagar o valor que foi pago na compra do carro, e corrigido!!!! Até quando o brasileiro será palhaço dessa fabriquinha ridícula?!

Avatar
Deixe um comentário