Turbo reaproveita gases do motor?

Por BORIS FELDMAN27/02/18 às 10h27

No passado, automóvel turbo ou era coisa de “boy”, ou carro esportivo, ou de motor “envenenado”. Em geral, uma adaptação de quem queria torná-lo mais potente.

turbo reaproveita gases do escapamento do motor

Hoje, o conceito mudou e turbina virou uma necessidade das fábricas para tornar os motores mais eficientes. É a ideia – no mundo inteiro – do downsizing, ou seja, a redução do tamanho, da cilindrada, com o objetivo de reduzir também consumo e emissões. E, se possível, sem perder desempenho.

Isso explica a quantidade de modelos compactos no Brasil, principalmente os 1.0, com motores turbinados e oferecendo potência superior aos 100 cv. O que se obtinha antes com motores 1.4 ou 1.6.

Mas quase nenhum motorista tem noção de como funciona o turbo. Muitos pensam que os gases do escapamento são direcionados de volta ao motor para serem reaproveitados.

Nada disso: os gases de escapamento são dotados de uma energia aproveitada para girar a turbina, exatamente como a força da água que cai de uma cachoeira utilizada para acionar uma turbina de uma usina para gerar energia elétrica. Depois de movimentá-la, a água volta para o curso do rio.

No automóvel, a turbina está ligada a um compressor que injeta e comprime o ar da atmosfera para o interior do motor. E, assim, se obtém maior eficiência, ou seja, maior potência com redução de consumo e emissões.

No caso do automóvel, depois que os gases de escapamento giram a turbina, são expelidos pela descarga. Então, o motor ganha eficiência exatamente porque aproveita uma energia que era literalmente jogada fora.

Quer ter uma ideia? Proteja sua mão com um pano (para evitar de se queimar) e a coloque na saída do cano de descarga de qualquer automóvel para perceber de que força estamos falando.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

3 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Fernando 17 de outubro de 2018

    Quando abasteço meu Fusion ele da sintoma de afogado e gusta a pegar , depois fica norma, isto só quando abastece , écoobust turbo me falaram que pode ser um sensor do bocal outro falou que é o reaproveitamento de gases que deve não deve tá abrindo

  • Samuel Rodrigues 27 de fevereiro de 2018

    Gostei da reportagem sobre turbos!
    Sou proprietário de um Chevrolet Cruze 1.4 turbo, gostaria de saber, já que os gases do escape circulam dentro da turbina, com o tempo não irá acumular detritos, ou sujeira provenientes da combustão?
    Se positivo, após quanto tempo deve-se revisar a turbina e fazer uma boa limpeza internamente?
    Então, se utilizar etanol que é um combustível mais limpo, estarei contribuindo para que a turbina suje menos? ….. Grato!

Deixe um comentário