Carros da Volvo terão velocidade máxima limitada a 180 km/h

Medida será adotada a partir do ano que vem em todos os produtos da marca, com objetivo de eliminar acidentes fatais

Por AutoPapo07/03/19 às 15h30

A Volvo tem uma meta: fazer com que não haja mais vítimas fatais em acidentes envolvendo veículos produzidos por ela até 2020. Trata-se de um plano elaborado há alguns anos, cujo nome é Vision 2020. Para alcançá-lo, a marca sueca vem adotando, essencialmente, tecnologias de direção autônoma. Mas só equipamentos e tecnologia não parecem ser suficientes para alcançar tal objetivo. Desse modo, a empresa anunciou outra medida a partir do ano que vem: limitar a velocidade de toda a sua linha de automóveis a 180 km/h.

Por meio de um comunicado, o presidente-executivo da Volvo, Hakan Samuelsson, explicou que “vale a pena colocar a limitação de velocidade em prática mesmo que só uma vida seja salva”. O texto informa ainda que, de acordo com pesquisas feitas pela própria empresa, o excesso de velocidade faz com que determinadas tecnologias voltadas à segurança percam eficiência.

Na prática, o mercado mais afetado pela iniciativa da Volvo deverá ser o da Alemanha. Isso porque o país é o único que se tem notícia onde existem rodovias sem limite de velocidade: as famosas Autobahnen. Mesmo na Europa ocidental, geralmente são adotados limites bem mais baixos, de no máximo 130 km/h.

A Volvo já trabalha em outras ações para viabilizar o plano Vision 2020. Entre elas, está o desenvolvimento de tecnologias de monitoramento do motorista, capazes de detectar, por exemplo, fadiga ou efeito de álcool. A empresa também busca modos de limitar ainda mais a velocidade em locais onde haja detecção de pedestres ou ciclistas.

Foto Volvo | Divulgação

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (6 votos, média: 4,33 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário