Dafra Horizon 250: Pelas beiradas

Por Teo Mascarenhas12/06/17 às 09h38

O estilo custom exige um uniforme padronizado e a nova Dafra Horizon 250 veste o figurino conforme a cartilha. Neste segmento, tamanho é documento, assim como muitos cromados e uma posição de pilotagem que privilegia o conforto e relaxamento para trechos maiores. A Horizon incorpora este espírito, mesmo com um motor de apenas um cilindro e 250 cm3 de cilindrada. Tudo para disputar um mercado ainda carente de modelos deste estilo nesta faixa de cilindrada. Por isso mesmo, no grafismo e decoração, somente o nome do modelo aparece em destaque, e a capacidade do motor é propositalmente omitida.

Uma estratégia para agradar o consumidor, que também pode rodar nas cidades com maior agilidade no dia a dia. A mecânica do nova Horizon 250, entretanto, já é conhecida. Com tecnologia sul coreana da Marca Daelim, herdou o motor que também equipa o modelo Roadwin já comercializado em nosso mercado. É um mono cilindro, com 250,2 cm3 de cilindrada, equipado com injeção eletrônica de combustível, refrigeração líquida, que fornece 23,11 cv a 8.000 rpm e um torque de 2,21 Kgfm a 7.000 rpm. No processo de desenvolvimento, o motor recebeu alguns ajustes para enfrentar as condições de clima e rodagem nacionais.

Sintonia As adaptações técnicas foram no comando de válvulas e no circuito de refrigeração que ganhou maior capacidade e eficiência no arrefecimento. Algumas outras partes ganharam reforços estruturais para garantir maior robustez e durabilidade. Ajustes internos e imperceptíveis, que não alteraram a proposta e o visual da motocicleta. Inclusive o radiador que tenta ficar camuflado para não interferir no estilo. Também para manter as características custom, inclusive no volume mais avantajado, o escapamento cromado tem dupla saída, sugerindo um motor equipado com dois cilindros, embora, tenha um só.

O toque de modernidade do modelo fica por conta de rodas em liga leve, com aro de 18 polegadas na dianteira e 15 polegadas de diâmetro na traseira, fazendo o contra-ponto ao estilo da moto. Por outro lado, as rodas em liga leve, permitem a utilização de pneus sem câmara (nacionais Pirelli City Demon), conferindo mais segurança à motocicleta. Neste departamento, o sistema de freios é bem dimensionado. Na dianteira, dois discos ventilados de 276 milímetros de diâmetro com pinça de duplo pistão. Na traseira um disco de 220 milímetros, igualmente com pinça de duplo pistão. Tudo para brecar 178,6 kg em ordem de marcha, ou abastecida.

Andando A posição de pilotagem é típica dos modelos custom. As pernas ficam mais esticadas, o quadril bem encaixado e braços repousados naturalmente. “Culpa” de um confortável banco em dois andares, com assento estilo selim para o piloto, pedaleiras mais adiantadas para os pés e guidão largo e alto. Estas características, somadas à maior distancia entre eixos (1.500 milímetros), proporcionada por um garfo mais inclinado, reduzem a capacidade de inclinação nas curvas. Já no trânsito, o bom ângulo de varredura do guidão, compensa a eventual deficiência “esportiva”, que não é mesmo sua praia e nem pretensão.

O curso da suspensão traseira, equipado com dois amortecedores reguláveis de apenas 70 milímetros, também indica que se o piso tiver muitas irregularidades e não for bem lisinho, os rins do piloto vão sofrer. Já na suspensão dianteira do tipo telescópica convencional não invertida tem o dobro do curso. 140 milímetros. O painel, como nas legítimas custom, tem velocímetro em um único “relojão” no guidão e marcador de nível de combustível e luzes de advertência em cima do tanque que tem boa capacidade para 17,5 litros. As cores disponíveis são: preta e a bicolor preta e pérola. O preço sugerido é de R$ 13.690,00.

Teo Mascarenhas

Especialista na cobertura do mercado de motocicletas e competições com mais de 30 anos de experiência.

Teo Mascarenhas

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário