Audi A6 e A7 entram em pré-venda com novos motores e design

Dupla ganhou motores com tecnologia mild-hybrid, que aumenta a eficiência, e uma revitalizada no design para introduzir nova linguagem da marca

Por AutoPapo 16/08/19 às 14h50

Os Audi A6 e A7 entraram em pré-venda no Brasil, mostrando uma revitalização no design para uma nova linguagem, mas que continua bastante semelhante ao que já conhecemos, na maioria dos casos. Preços são de R$ 426.990 e R$ 456.990, respectivamente.

Os dois modelos no topo da gama da alemã serviram de destaque da Audi no Salão do Automóvel de São Paulo.  Mais interessante que a reestilização, talvez, sejam os novos motores da dupla, com tecnologia mild-hybrid, que aumenta a eficiência.

Dupla do Audi A6 e A7 ganharam novos motores com tecnologia mild-hybrid e uma revitalizada no design para introduzir nova linguagem da marca.

O novo Audi A6 Sedan

Assim como o A7 e o A8, o design do A6 foi revitalizado, adotando uma nova linguagem de design, segundo a Audi. Contudo, o estilo familiar dos modelos da marca, com linhas sóbrias e visual sólido, continua se sobressaindo sobre as mudanças.

O Audi A6 está em pré-venda nas concessionárias por R$ 426.990. A marca também está oferecendo condições especiais para o sedã, com valorização de R$ 30 mil em veículos usados e primeira e segunda manutenções inclusas na negociação.

Ao contrário, do design, os motores do Audi A6 2019 são inteiramente novos e contam com tecnologia mild-hybrid. Eles têm um sistema paralelo, conectado ao alternador, que funciona em conjunta com uma bateria de íons de lítio. Assim, o veículo se torna mais eficiente e, segundo a fabricante, pode rodas com o motor desligado entre 55 km/h e 160 km/h.

O mais potente dos motores do Audi A6 2019 é um 3.0 TFSI V6 com 340 cv de potência e 51 kgfm de torque. Ele alcança os 100 km/h em 5,1 segundos, e tem velocidade máxima de 250 km/h. O outro é um 2.0 TFSI de 245 cv e 38 kgfm, que demora 6,8 segundos para chegar aos 100 km/h.

Dentro da cabine, aparece o sistema batizado de MMI pela Audi, que oferece central multimídia com tela sensível ao toque e personalizável, além de recursos de conectividade.

Entre os equipamentos, a depender da versão, estão tecnologias de assistência à direção, rodas de 19 polegadas, teto solar, faróis de LED, câmera de 360 graus, bancos esportivos revestidos em couro, e sistema de som Bang & Olufsen, entre outros.

Audi A7 Sportback

Irmão do meio, o Audi A7 Sportback é equipado com o mesmo motor 3.0 de 340 cv que aparece no Audi A6, com a tecnologia mild-hybrid. A contrário do sedã, entretanto, as mudanças no design do cupê saltam à vista. Especialmente na traseira, onde, agora, vemos um filete de luzes conectando as duas lanternas, de linhas sinuosas.

Logo acima do volume, encontra-se um spoiler elétrico, que se estende quando o veículo atinge 120 km/h. Na dianteira, a semelhança com a família continua, embora com faróis redesenhados.

No interior, o MMI também está presente e, no Audi A7 Sportback, oferece controle de voz, tela sensível ao toque e conectividade. Entre outros equipamentos, a depender da versão, estão recursos de assistência à direção, teto solar, faróis de LED, câmera de 360 graus, bancos esportivos revestidos em couro, rodas de 20 polegadas e sistema de som Bang & Olufsen.

O A7 tem preço sugerido de R$ 456.990.

O novo Audi A8

O Audi A8 também fez sua primeira aparição no Brasil durante o Salão de São Paulo. O sedã é o veículo com as tecnologias de direção autônoma mais avançadas do mundo, sendo o único classificado como nível 3.

São duas opções de motorização, mas, como uma delas é a diesel, apenas a outra virá para o Brasil, sendo o mesmo 3.0 TFSI a gasolina que também equipa o A6 e o A7. No futuro, entretanto, também poderemos receber uma opção 4.0 TFSI, que gera 460 cv de potência. A vinda dele pode demorar um pouco mais: poderá chegar até o fim de 2019.

Também há duas configurações para a carroceria, sendo uma com 5,17 metros de comprimento, e a outra, A8 L, alongada, com 5,30 m.  A vinda dele, exclusivamente com motor V8, pode demorar um pouco mais: poderá chegar até o fim de 2019.

Quanto ao design exterior reformulado, como era de se esperar, continua sóbrio, com a grade hexagonal estampada na dianteira. Saiba mais sobre o novo Audi A8 aqui.

Por hora, ainda não se sabe quando o modelo top de gama chegará ao país.

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário