[Avaliação] Fiat Cronos Drive 1.3 GSR: automatizado vale a pena?

Sedã da marca italiana agrada pelo desenho, qualidade construtiva e desempenho do motor Firefly, mas câmbio automatizado é calcanhar de Aquiles

Por Felipe Boutros01/03/19 às 10h00

Cada vez mais as pessoas querem comodidade. Elas não querem ficar passando marcha no anda e para do trânsito. Entre os sedãs compactos, o Fiat Cronos Drive  1.3 GSR pode ser uma opção para quem quer essa facilidade. Será que ele é uma boa escolha?

Fiat Cronos Drive 1.3 GSR tem câmbio automatizado

Em comparação do Cronos com seus concorrentes diretos – os sedãs compactos -, como o Hyundai HB20 S (sedã), com o Chevrolet Prisma e com o Ford Ka Sedan, o modelo da Fiat sai na frente com uma importante vantagem: é um projeto mais novo. Não é exagero dizer que ele e o hatch do qual deriva, o Argo, são os melhores carros já feitos pela marca italiana no Brasil.

Os concorrentes já estão envelhecidos. Hoje, o mais atualizado é o Ka Sedan, que foi reestilizado e recebeu melhorias recentemente. Já o Prisma e o HB20 S vão ganhar nova geração ainda neste ano.

Um projeto mais novo, como o Cronos, significa um aproveitamento melhor do espaço interno, por exemplo. Esse é um ponto forte do modelo. Quatro adultos se acomodam confortavelmente. Pernas não ficam apertadas no banco traseiro. Há cintos de três pontos e encosto de cabeça para todos os ocupantes.

A Fiat acertou na ergonomia do modelo, com principais comandos ao alcance da mão. Coluna do volante tem apenas regulagem de altura, normal em carros da categoria.

O porta-malas é excelente, com capacidade para 525 litros.

Fiat Cronos Drive 1.3 GSR tem bom acabamento interno

O acabamento interno também merece elogios para um carro dessa categoria. Não que os materiais usados sejam melhores que os dos concorrentes, mas a Fiat fez de uma maneira que eles parecem melhores. Ela usou texturas diferentes no painel. Por exemplo, combina um mais liso com outro de uma textura diferente.

Conectividade é outro ponto positivo do Cronos. Embora todos os concorrentes diretos também ofereçam um sistema de infotenimento, o do Cronos tem uma tela grande e bem fácil de operar. Ele é compatível com Android Auto e Apple CarPlay. Está no mesmo nível do Chevrolet MyLink e do Ford Sync 3.

Fiat Cronos Drive 1.3 GSR tem central multimída fácil de operar

Como anda o Cronos

Quanto a motorização, o Cronos, na versão avaliada, é equipado com o 1.3 Firefly, um motor moderno lançado recentemente pela Fiat. Apesar da cilindrada mais baixa que a dos concorrentes diretos, ele coloca o sedã da Fia da Fiat no mesmo patamar deles.

O 1.3 Firely desenvolve 109 cavalos de potência e 14,2 kgfm quando abastecido com etanol. E a vantagem é que esse torque, a força do motor, já aparece em regimes mais baixos, o que é muito bom em trânsito urbano. A Fiat apostou em um cabeçote com duas válvulas por cilindro justamente para ter esse ganho.

O consumo também merece elogios e não ficou longe das médias divulgadas pela Fiat: cidade: 12,7 km/l (gasolina)/ 8,8 km/l (etanol); estrada: 14,8 km/l (gasolina)/ 10,4 km/l (etanol). Sistema start/stop também auxilia nessa média, mas é inconveniente em dias quentes (problema comum a todas as marcas).

O acerto de suspensão é outro aspecto que merece ser destacado. O comportamento do Cronos é bom – equilíbrio em estabilidade e conforto. A direção com assistência elétrica tem peso certo em altas velocidades e é leve em manobras. Foi-se o tempo que as direções elétricas pareciam de video game. No caso do sedã da Fiat, cria boa conexão entre o motorista e o carro.

Câmbio automatizado é ponto fraco do Cronos GSR

E o câmbio automatizado?

A grande desvantagem do Cronos Drive 1.3 GSR é justamente a transmissão automatizada. Evolução do Dualogic, o câmbio GSR é do tipo automatizado de uma embreagem.

E o que é o câmbio automatizado? É como se fosse o câmbio manual, mas uma central eletrônica com diversos sensores determinam o melhor momento para a troca de marchas. Então, um sistema hidráulica aciona a embreagem e o trambulador e faz a troca efetivamente. É como se fosse alguns “robozinhos” acionanando o câmbio ao invés do motorista.

E qual que é a desvantagem disso? São trocas mais lentas. Por mais que ele tenha evoluído muito em relação aos primeiros Dualogic, inclusive a Fiat mudou o nome dele para GSR, ele continua dando aqueles tranquinhos a cada hora que você troca as marchas. Em vias planas ele até vai bem, mas se você pegar uma subida, ele se atrapalha todo: ele passa a marcha… Vê que não tem força, reduz a marcha.

O câmbio GSR ainda permite que o motorista passe as marchas de forma sequencial por meio de aletas atrás dos volantes, o que pode minimizar o problema da escolha das marchas. Há também o modo Sport, que eleva o regime de rotação das trocas.

Resumindo: ele é pior do que o câmbio automático convencional que equipa todos os concorrentes.

Fiat Cronos tem porta-malas espaçoso

Vale a pena comprar o Cronos Drive 1.3 GSR?

Então, vale a pena comprar um Cronos 1.3 GSR, considerando que os concorrentes têm um câmbio automático de verdade com seis marchas? Neste cenário, o Cronos automatizado não é uma boa escolha.

A própria Fiat está deixando o automatizado de lado e já há notícias de que, em breve, o Cronos com motor 1.3 será equipado com o automático de seis marchas que está nas versões com motor 1.8.

Ficha técnica

Cronos 1.3 Drive GSR R$ 65.190
Motor Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, oito válvulas, flex, 1.332 cm³
Potência 109 cv (etanol) a 6.250 rpm e 101 cv (gasolina) a 6.000 rpm
Torque 14,2 kgfm (etanol) e 13,7 kgfm (gasolina) a 3.500 rpm
Transmissão câmbio automatizado de cinco marchas
Direção  assistência elétrica; diâmetro de giro, 10,5 metros
Suspensão dianteira, McPherson, e barra estabilizadora; traseira, barra de torção
Freios disco ventilado na dianteira e a tambor na traseira com ABS
Rodas/pneus  6×15” de liga leve (opcional) /185/60R15
Dimensões  4,36 metros de comprimento; 1,73 m de largura; 1,51 m de altura; 2,52 m de entre-eixos
Peso 1.159 kg
Carga útil 400 kg
Tanque de combustível 48 litros
Porta-malas 525 litros

Fotos Fiat | Divulgação

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (4 votos, média: 4,50 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
25 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    João 11 de maio de 2019

    Comprei um Drive 1.8 AT6, carro maravilhoso. Fiz test Drive em um automatizado 1.3, funciona bem mas o passado me deixou com medo. Estou feliz com o automático, recomendo

  • Avatar
    Orlando da silva 13 de abril de 2019

    tive um linea 2014/15 automatizado carro muito bom rodei 60.000 km com ele só tive na consecionaria para fazer as revisaõ nunca tive problemas com o carro!!! E TO PENSANDO EM COMPRAR UM CRONO GSR AUTOMATIZADO MESMO SABENDO QUE 2020 O MESMO VIRA COM CAMBIO CVT ATUALMENTE TENHO UM COM CAMBIO AUTOMATICO COM 25000 KM JA ME DEIXOU NA ESTRADA 2 VEZES ,A MARCA NAO VEM AO CASO AGORA TIVE ALGUNS CARROS FIAT E NUNCA TIVE PROBLEMAS

  • Avatar
    Alexandre Loureiro 2 de março de 2019

    O design e o bagageiro do carro são ótimos mas a mecânica da Marcha é péssima ,já deixei o carro quatro vezes na concessionária da Fiori Paralela em Salvador onde o atendimento é péssimo é o pós venda pior ainda em um período de três meses se for comprar o carro esteja preparado para gastar com Uber ,pois a confiar tem um péssimo serviço de carro reserva.
    A melhor coisa do carro é saber que o próximo carro NÃO SERÁ da marca FIAT! Decepção!

  • Avatar
    Roberto 2 de março de 2019

    Todas as montadoras já abandonaram os câmbios automatizados, só a fiat insiste com este péssimo produto.os carros da Fiat melhoraram bastante, mas avaliemas notas de pós vendas e chegaram a conclusão que fiat não vale a pena! O intuito deles é vender carros e que se danem os clientes que recebem carros com defeito de fabrica por exemplo. O unico recurso pra clientes lesados pela fiat é ingressar com acoes judiciais. # Fiat nunca mais.

  • Avatar
    luis Brito 2 de março de 2019

    Infelizmente a Fiat não passa confiança e o serviço de concessionária é péssimo.

  • Avatar
    Alexandre 2 de março de 2019

    Já tive o dualogic, sinceramente não recomendo pra ninguém. Todo mundo recusa na compra, manutenção difícil de achar é cara.

  • Avatar
    GEAN CARLOS MARTINS 2 de março de 2019

    Ola,tenho um,recebi ele dia 26/06/2018, perfeito, confortavel, rapido e muito economico, em media na rodovia 2 adultos e duad crianças ar ligado com velocidadd media de 100 kmh o consumo com gasolina aditivada fica entre 17 e 18 kml, h
    Ja cheguei a formidaveis 21,3 kml em constantes 80 kmh, em perímetro urbano a média tem ficado entre 12.3 e 13.4kml.
    Esta hoje com 7200km rodados tudo perfeito e sem reclamações. Com relação ao câmbio automatizado não tenho o que reclamar Não a Trancos ou sal avancos, Claro não é automático, Mas funciona muito bem dentro do que ele propõe, único ponto Negativo para o câmbio automatizado é locais com muitos morros aí prefiro usar a borboleta em modo manual para aproveitar melhor o torque do motor.

  • Avatar
    Elieser 2 de março de 2019

    Tenho um Cronos 1.3 gsr ótimo carro, economia, designer, desempenho na cidade ou na estrada, estabilidade,e o sistema de câmbio muito bom

  • Avatar
    André 2 de março de 2019

    Cronos é o projeto mais atualizado de todos, porém será o primeiro a sair de linha, a Fiat não renova os seus modelos e sim tira de produção para colocar outro. Modelo de carro com geração diferente não desvaloriza tanto igual a um fora de linha. A Fiat peca por não melhorar seus modelos e continuar com o mesmo nome do carro.

  • Avatar
    Eduardo 2 de março de 2019

    Se a Fiat colocar o câmbio automático 6 marchas do Cronos 1.8 neste carro, ia ser sucesso de vendas.

  • Avatar
    Metios paulo largo 2 de março de 2019

    Bom dia tenho um fiat cronos 1.3 gsr mas o câmbio não presta já levei umas 5 vezes na concecionaria e não conseguem resolver o problema. Está com um chiado quando atinge 90 km/h até 100 km/h. Os mecânico da fiat Enzo em campi grande ms não tem solução para o problema. O câmbio é péssimo.
    Metios paulo largo
    Campo Grande MS

  • Avatar
    Metios paulo largo 2 de março de 2019

    Bom dia tenho um fiat cronos 1.3 gsr mas o câmbio não presta já levei umas 5 vezes na concecionaria e não conseguem resolver o problema. Está com um chiado quando atinge 90 km/h até 100 km/h. Os mecânico da fiat Enzo em campi grande ms não tem solução para o problema. O câmbio é péssimo.
    Metios paulo largo
    Campo Grande MS

  • Avatar
    Fabrício Bortone 2 de março de 2019

    Muito tendenciosa essa postagem… exageradamente….. Daki 2anos a Fiat tira esse carro de Linha kkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Avatar
    Fabrício Bortone 2 de março de 2019

    Cara vc só esqueceu de um defeito desse carro…ele ser Fiat ….. Carrega no DNA o plástico bonitinho mais ordinário em termos de qualidade….. E claro todos os vicios de uma má montagem…. Peças de terceira categoria….. Espuma dos acentos com densidade fraca….. É um carro bonito….mas é um Fiat…. Ja tive varios Fiat e de varias outras marcas….. Inclusive Hyundai ….e Fiat sempre foi a pior…

  • Avatar
    Renato 1 de março de 2019

    O consumidor no Brasil saiu da inércia e esta evoluindo.logo exigirá carros de entrada elétricos e a um preço justo.vejam motor elétrico e barato não é?não difere em nada dos motores elétricos existentes certo?talvez as baterias custem mais, mas no geral o carro elétrico custa menos pra fazer.montadoras explorando de novo.

  • Avatar
    Gilson 1 de março de 2019

    Já tive um Grande Siena automatizado e posso dizer essa porcaria deste cambio e uma porcaria, uma verdadeira gambiarra e muito melhor pegar um prisma ou Ka automático de verdade

  • Avatar
    Lucas 1 de março de 2019

    Vale destacar que quem compraria um Cronos automatizado, é aquela pessoa que pela primeira vez vai comprar um carro sem precisar pisar na embreagem.
    Esse foi o meu caso e eu digo: Câmbio confiável, manutenção barata e conforto sim!
    Só não vai gostar quem já teve algum automático! E é injusto comparar um automático com automatizado.
    É claro que tinha carros com câmbio CVT ou até com conversor de torque na faixa que eu paguei, mas o que pesou foi a negociação e os equipamentos.

    • Avatar
      Djow 2 de março de 2019

      Manutenção batata porque ainda é novo. Este sistema não aguenta alta km. Os retentores e selos perdem eficiência e o óleo vaza, contaminando sensores e atuadores, começa falhando até que para de vez.

      • Avatar
        Odil 28 de março de 2019

        Acho prematuro avaliar essa nova versão de câmbio automatizado, o GSR. Se vai ou não aguentar alta quilometragem, só o tempo para afirmar. Tenho um 1.3 GSR e não me arrependo. Muito confortável e econômico. Neste final de semana passado, consegui fazer 97km de São Paulo à Campinas, numa média de 90km/h, o consumo de 16,1km/l, no Etanol e ar condicionado ligado. Excelente marca. Recomendo.

    • Avatar
      Fernando Almeida 25 de abril de 2019

      Eu também tenho um Cronos GSR e estou gostando, me adaptei ao câmbio. Em viagens é super confortavel sem mencionar o consumo.Para quem sai de um manual e nunca teve contato com automatico é o câmbio ideal, tem sim suas particularidades mas é questão de acostumar.

  • Avatar
    Carlos Carillo 1 de março de 2019

    A FCA tem adotado estratégias equivocadas com seus carros de entrada – muito distante da FIAT dos anos 90. O mercado mudou e os consumidores idem! Demorou muito pra aposentar esse tipo de transmissão. Seus concorrentes diretos SEMPRE ofertaram câmbio automático porque sabem que hoje, o público dos três volumes quer conforto, o que o câmbio automatizado não proporciona integralmente. Na minha humilde opinião o Cronos é o mais belo dos sedãs pequenos e merecia um tratamento melhor do seu fabricante.

    • Avatar
      Adriano 2 de março de 2019

      Carlos.
      Cocorrentes da fiat sempre ofereceram coisa melhor???
      E o I-motion??? Volks…
      E o Easetec da Renault ???
      Alias, o I-motion da Volks e produzido pela Fiat…
      O da Renaut e produzido na alemanha.

  • Avatar
    Gisele 1 de março de 2019

    Nunca mais compro automatizado da Fiat. Tenho um Fiat500 e com 40 mil km, você tem que fazer reparo no câmbio. E lá se vai uma pequena fortuna. Procurei uma empresa especializada em Fiat500, já achando que tinha deixado de fazer algo e o mecânico me diz que é normal e que farei essa manutenção de novo nos próximos 40mil. Vaza óleo do câmbio para tudo quanto é lugar, e depois que você tem esse problema descobri que mais comum do que imaginei.

    • Avatar
      Luís Carlos 2 de março de 2019

      Tive duas alegrias com o meu Idea Dual: uma quando comprei e outra quando me desfiz. Não pela sua funcionalidade, pois mesmo vindo de um carro automático, me adaptei rapidamente. Mas com os problemas que tive, nem cogito em ter outro. Nunca mais.

    • Avatar
      Odil 28 de março de 2019

      O cambio do Fiat500 é o mesmo do Uno, mas não é o mesmo do Cronos, que já é uma versão mais atualizada.

Avatar
Deixe um comentário