Chevrolet S10 e Trailblazer reestilizadas já estão em testes na Europa

Flagra indica que SUV deverá ser remodelado em breve; picape S10 também poderá receber as alterações de estilo

Por AutoPapo28/05/19 às 18h30

A Chevrolet foi para a Espanha testar uma reestilização para S10 e Trailblazer. Nem a camuflagem, porém, impediu o flagra. O site local motor.es, que divulgou as imagens, afirma que, apesar de estar circulando na Europa, os veículos seriam destinados à América do Sul. Faz sentido, até porque tais modelos nem são vendidos naquele continente.

Vale lembrar que o Chevrolet Trailblazer é derivado da S10. Ambos compartilham, além de mecânica e plataforma, vários componentes de lataria. Portanto, seria natural que a reestilização aplicada no SUV chegasse também à picape (e vice-versa).

Apesar da camuflagem, é possível perceber que as alterações serão superficiais. A reestilização parece estar restrita à grade e ao pára-choque frontal da S10. Até mesmo os faróis, aparentemente, mantiveram o formato atual.

Como a Chevrolet já lançou a linha 2020 do Trailblazer e da S10 no Brasil, as mudanças devem chegar ao país apenas no ano que vem. Provavelmente, a reestilização será incorporada à linha 2021 da picape e do SUV.

Mecanicamente, não há sinal de mudanças. Os dois modelos deverão manter a mecânica atual, capitaneada por um motor 2.8 turbodiesel de 200 cv de potência. O Chevrolet Trailblazer conta ainda com um 3.6 V6 a gasolina, de 279 cv, e a S10, com um 2.5 flex de até 206 cv.

Reestilização deverá manter S10 competitiva

Uma reestilização para a linha S10 seria, antes de mais nada, estratégica. Afinal, a Ford Ranger, que é concorrente direta, deve passar por um discreto face-lift no ano que vem. A Mitsubishi também planeja atualizar o visual da picape L200 no próximo ano.

Há, ainda, a possibilidade de uma nova concorrente chegar ao mercado em 2020: a Alaskan. O lançamento, porém, é incerto devido ao rompimento da aliança Renault-Nissan com a Mercedes-Benz. As três empresas produziriam picapes médias na Argentina, em uma fábrica conjunta, mas a marca alemã desistiu de produzir a Classe X na América do Sul. Por isso, pode não ser viável manter a planta em atividade.

Fotos motor.es | Reprodução

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (2 votos, média: 3,00 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário