Como consultar placas de carros roubados ou clonados

Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça desenvolveu um aplicativo em que os usuários podem verificar a situação dos veículos

Por Laurie Andrade 21/06/19 às 09h43

É comum, ao realizar a compra de um veículo usado, ficar inseguro sobre o passado do automóvel. Em resposta à essa preocupação, a Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça desenvolveu um aplicativo gratuito para consulta de placas de carros roubados.

De acordo com o órgão, o Sinesp Cidadão aproxima os usuários da segurança pública e facilita o processo de identificação de veículos furtados, roubados e clonados, ajudando os cidadãos lesados a reaverem seu bem móvel.

Saiba como consultar placas de carros roubados

O passo a passo para verificar a placa de um carro para saber se ele é fruto de roubo ou furto é simples.

  • Em primeiro lugar, o cidadão deve baixar o aplicativo Sinesp Cidadão na Play Store – se utiliza smartphones com sistema operacional androide – ou na App Store, caso tenha um iPhone;
  • Aplicativo instalado, basta abri-lo e clicar em “veículos”;
  • Depois, preencha os campos da placa do veículo, letras e números, e pressione o botão “checar situação”
  • Confira a mensagem para saber se o carro em questão foi ou não roubado.

Aqui, o processo em imagens:

Caso o aplicativo detecte alguma irregularidade, o programa alerta o usuário e dá a opção de ligar para a polícia, que envia uma equipe ao local para averiguar a situação.

Além de realizar a consulta de placas de carros roubados, o aplicativo mostra o modelo do veículo, a cidade em que está registrado, ano de fabricação e final do chassi. É importante que o consumidor confira esses dados para saber se o vendedor apresentou fatos reais sobre o automóvel.

As informações expostas no aplicativo são do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Também e possível consultar placas de carros roubados por meio do site do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública do Ministério da Justiça (Sinesp/MJ).

Em alguns Estados brasileiros, como o Paraná, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) também oferece meios para que os cidadãos consultem placas de carros roubados ou verifiquem a situação de veículos. Nesses casos, no entanto, também é necessário o preenchimento do Renavam.

Avalie o conteúdo:
Clique na estrela para avaliar.
4 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    moises Barreto 4 de dezembro de 2019

    Ola ontem em Santo André tive meu veiculo roubado , ele não esta no seguro, qualquer informação pode ajudar na recuperação do veiculo ECOSPORT FREESTYLE 2010 DOURADA ela esta com a pintura avariada e tem uma amassado na porta do motorista e passageiro
    Informações podem ser por e-mail
    Obrigado

  • Avatar
    Luane alves silva 2 de dezembro de 2019

    O meu carro roubaram em frente da empresa macaense cabo frio e até hoje não acharam , acho que nem procuram .
    Aí fico no prejuízo , pagamos imposto e na hora que precisa não resolve nada .

  • Avatar
    Kleriston Cristiano Correia da Silva 15 de outubro de 2019

    Tive meu veiculo roubado ontem as 7.20 da manhã em praia do Flamengo registrei BO e até agora o veículo consta legal. Assim não apreende nunca um veículo roubado.
    Placa PKO 8J20
    TOYOTA COROLLA 2018 BRANCO

  • Avatar
    Rodrigo 13 de setembro de 2019

    Olá, matéria muito interessante. Só seria melhor se houvesse o link disponível de consulta direto pelo pc. Parabéns!

Avatar
Deixe um comentário