Elon Musk não é mais presidente da Tesla

Criador da Tesla deixou o cargo após acordo com comissão financeira dos EUA, que o acusou de má conduta por comentários no Twitter

Por AutoPapo01/10/18 às 18h15

Desde de sábado (29), Elon Musk não é mais o presidente da Tesla, como determinado em um acordo com a Comissão de Câmbio e Títulos (SEC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos. A comissão tomou ação depois que o executivo afirmou, no Twitter, ter investidores para privatizar as ações da Tesla. Musk segue como CEO da fabricante, segundo reportou o site americano Autoblog.

Criador da marca deixou o cargo de presidente da Tesla após acordo com comissão financeira dos EUA, que o acusou de má conduta por comentários no Twitter.
Elon Musk é o criador da Tesla, marca especializada em carros elétricos e tecnologias de direção semi-autônoma

Além de deixar de ser presidente da Tesla, Elon Musk irá pagar uma multa de US$ 40 milhões, dos quais US$ 20 milhões serão pela Tesla, e US$ 20 milhões serão pessoais. O total equivale a mais de R$ 160 milhões, em conversão direta.

SEC acusou Elon Musk de má conduta

A acusação do órgão é de que Musk divulgou informações falsas e enganosas quando afirmou, em sua conta no Twitter, que já possuía investidores para realizar a mudança. Atualmente, as ações da Tesla são abertas ao capital público. Isso quer dizer que seus investidores podem comprar e vender as ações da forma que preferirem.

Em um post na rede social, Elon Musk escreveu: “Estou considerando levar a Tesla para o capital privado por US$ 420. Investimentos garantidos.”

Com a mudança para o capital privado, os investidores não poderiam fazer isso mais. Por isso, o anúncio repentino do CEO da Tesla foi visto como má conduta, pois ameaçou os donos das aplicações. A intenção do SEC, segundo comunicado, é de proteger os investidores.

A mudança trouxe preocupação para os envolvidos, temerosos pela ameaça de perderem controle sobre um investimento prévio. A SEC determinou que o o investimento garantido pelo criador da Tesla não existia. Elon Musk, entretanto, teria afirmado a jornalistas que teve uma reunião com uma corporação da Arábia Saudita, em julho, da qual saiu seguro de que um investimento seria feito.

Tesla Roadster dentro de SpaceX Falcon Heavy: Criador da marca deixou o cargo de presidente da Tesla após acordo com comissão financeira dos EUA, que o acusou de má conduta por comentários no Twitter.
Elon Musk é conhecido por seu comportamento ousado. Na foto, ele colocou um Tesla Roadster dentro de um foguete da SpaceX. Veja a matéria

Além disso, o restante do conselho financeiro da empresa declarou seu apoio a Elon Musk.

Em comentários no post do anúncio, Musk procurou assegurar os que expressaram a preocupação. “Minha esperança é de que todos os investidores continuem com a Tesla se nosso capital for privatizado. Eu criaria um fundo especial possibilitando qualquer um de continuar com a Tesla. Eu já faço isso com o investimento Fidelity da SpaceX”, escreveu ele.

Deixar de ser presidente da Tesla é só uma das exigências

A explicação, entretanto, não foi o bastante para tranquilizar a Comissão de Câmbio e Títulos. Além da exigência de que Elon Musk deixasse de ser presidente da Tesla, a SEC fez outras exigências, de acordo com este segmento do comunicado oficial:

“Musk e Tesla chegaram a um acordo sobre as acusações contra eles sem admiti-las ou negá-las. Entre outras medidas, o acordo exige que:

  • Musk vai deixar de ser presidente da Tesla e será substituído por um presidente independente. Musk ficará inelegível para a presidência por três anos;
  • Tesla vai nomear dois novos diretores independentes para seu conselho;
  • Tesla vai estabelecer um novo comitê de diretores independente e implementar controles e procedimentos adicionais para supervisionar as comunicações de Musk;
  • Musk e Tesla vão pagar, cada um, uma penalização de US$ 20 milhões. Os US$ 40 milhões em penalizações serão distribuídos para investidores lesados através de um processo aprovado em corte.”

Siga nossa página no Facebook e mantenha-se atualizado com as últimas notícias do universo automobilístico

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário