Ford New Fiesta Sedan: conteúdo e versões

Sem grandes mudanças, sedã segue sendo importado do México; versões diferenciam-se pelos equipamentos, pois o motor é sempre o mesmo

Por AutoPapo01/04/16 às 17h52

Diferente do hatch, produzido desde 2013 na planta de Camaçari, na Bahia, o Ford New Fiesta Sedan é importado do México. O sedã acompanha as linhas Kinetic, como a Ford nomeia seu estilo de design e na linha 2016 não apresentou alterações estéticas e nem mecânicas. Ganhou uma nova configuração, a SE Plus Powershift, com os mesmos equipamentos da SE, porém com airbags laterais, cortina e joelho para o motorista.

Desde a versão de entrada, a SE, o New Fiesta Sedan traz de série freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem, airbag duplo, controle eletrônico de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampa, sistema de conectividade Sync, ar-condicionado digital, direção elétrica, vidros elétricos, alarme, computador de bordo, rodas de liga leve de 15 polegadas e faróis de neblina. A capacidade do porta-malas é de 465 litros.

Diferente do hatch, produzido desde 2013 na planta de Camaçari, na Bahia, o Ford New Fiesta Sedan é importado do México

São cinco versões, sendo a mais completa a Titanium, que na linha 2016 recebeu tela multimídia de toque de 6,5 polegadas. O top de linha também oferece sete airbags, incluindo um de joelho para o motorista, assistente de partida em rampa e chave programável MyKey. Já a de entrada SE ganhou sensor de estacionamento traseiro.

O motor é o mesmo para todas as configurações do New Fiesta Sedan. O 1,6 flex, com bloco, cabeçote e cárter de alumínio, que rende 110 cv de potência com gasolina e 115 cv com etanol. O  sistema de partida a frio Ford Easy Start dispensa o tanquinho de gasolina. O câmbio pode ser manual de cinco velocidades ou automatizado Powershift de seis marchas e dupla embreagem.

Foto Ford | Divulgação

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário