Sucata de R$ 2,5 milhões: Maserati do piloto Fangio vai a leilão

O pentacampeão de Fórmula 1 foi um piloto de testes não-oficial da Maserati quando a italiana fez seu primeiro modelo para fabricação em massa

Por AutoPapo 19/10/19 às 15h00

O piloto argentino Juan Manuel Fangio, pentacampeão de Fórmula 1, teve um Maserati de 1961. Desde que o abandonou, o modelo só acumulou ferrugem e sinais do tempo. Mesmo assim, quando for a leilão na semana que vem, deve ser vendido por R$ 2,5 milhões.

fangio maserati 1961 2

O 3500 GT Coupé, também conhecido como Type 101, era o carro pessoal do piloto quando ele morava na Europa, especialmente na Itália. Ele também foi o primeiro modelo da marca italiana a ser produzido em massa.

Por representar ambos os marcos históricos – o de Fangio, e o da Maserati – é que a “sucata” teve o preço de base estimado em 475 mil Euros, ou R$ 2,5 milhões. O leilão será feito pela casa Padova Finarte.

fangio maserati 1961 3

Quando a fabricante italiana pensou em fazer seu primeiro carro de larga escala, ela se preocupou com o conforto. Não era como fabricar os esportivos que conhecia, pois era preciso mais luxo e praticidade para o motorista comum.

Naquela época, a marca sonhava em fabricar dois carros por dia – sendo que, até então, produzia dois ou três mensalmente. Por tudo isso, o projeto representou um desafio para a Maserati – que pediu uma ajuda a Fangio para testá-lo.

fangio maserati 1961 1

Foi assim que a unidade em questão, com número de chassi 1714, foi parar nas mãos do piloto. O campeão argentino era considerado não apenas um dos melhores pilotos do mundo, mas também tinha muito conhecimento em mecânica. Ele havia trabalhado como mecânico desde criança.

Fangio foi “piloto de testes” do Maserati

Assim, função não oficial de testar o Maserati foi para Fangio, que deveria conhecer os pontos fortes e fracos dele. O piloto dirigiu o veículo por algum tempo em 1961 mas, quando voltava à Argentina, abandonou-o na fábrica da marca.

Anos se passaram, nos quais ele demonstrou seu interesse em voltar a andar no veículo, e tentou passar sua posse para dois de seus amigos na Itália. Isso só foi acontecer em 1981, quando a fabricante, finalmente, aceitou entregar o veículo para um desses amigos, a quem ele pertence até hoje.

fangio piloto campeao formula 1 1985
Fangio em 1985

A relutância da Maserati com o carro de Fangio, segundo comunicado da casa de leilões, foi porque seu diretor à época, Alejandro De Tomaso, sabia muito bem que um veículo conduzido pelo piloto valeria muito dinheiro.

E, agora, comprova-se que ele estava certo. Afinal, um Maserati 3500 em perfeito estado custa cerca de 200 mil Euros, quantia que equivale a cerca de R$ 926 mil. Menos da metade do valor, portanto, do exemplar que pertenceu a Fangio, ainda que ele esteja bastante deteriorado.

small 15873 maserati 3500gtspydervignale
Um Maserati 3500 GT em perfeito estado custa menos que a metade do malconservado exemplar que pertenceu a Fangio

O veículo está sendo oferecido acompanhado de um conjunto de peças originais, reunidas ao longo dos anos por seu atual dono, e precisará de uma restauração completa. Porém, quando estiver recuperado, o esportivo terá valor ainda maior.

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (4 votos, média: 4,25 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário