Produção da Classe X está em “modo de espera” na Argentina

Site de notícias do país vizinho afirma que modelo não chegará tão cedo às ruas; desacordo entre Renault-Nissan e Mercedes pode ser a razão da demora

Por AutoPapo 25/04/19 às 10h59

Desde 2018 o mercado nacional espera a picape Classe X, da Mercedes. Há tempos a fabricante confirmou que o modelo seria produzido na Argentina sobre a mesma plataforma das concorrentes Nissan Frontier e Renault Alaskan, e que viria para o Brasil. Mas, ao que parece, a picape da marca alemã não chegará tão cedo às nossas ruas.

A conclusão é do site de notícias argentino Autoblog, que recebeu flagras da Classe X abandonada em um depósito próximo à planta de Santa Isabel, onde as primeiras unidades do veículo foram produzidas. Em nota, a Renault-Nissan afirmou que, de fato, os projetos Alaskan e Classe X estão suspensos.

Algumas justificativas foram apontadas, dentre elas a crise econômica do país vizinho. De acordo com a reportagem do Autoblog, após a desvalorização abrupta do peso (moeda adotada na Argentina), não há acordo sobre o preço que a Nissan quer cobrar da Mercedes-Benz pela fabricação da Classe X em Córdoba.

Site de notícias argentino mostra imagens de protótipos da Mercedes Classe X abandonados em um depósito. Fabricante afirma que o projeto está suspenso.

Na foto, tirada pelo leitor Faba, é possível enxergar protótipos da picape que rodaram em testes para avaliação e ajustes.

A Classe X nunca foi produzida em série, apesar da Mercedes ter prometido que o modelo seria comercializado a partir de janeiro na Argentina. Houve até mesmo concessionárias que lançaram a pré-venda do modelo em outubro de 2018, certos de que a picape chegaria às lojas.

Conforme relatado pela Mercedes-Benz Argentina há um ano, quase 60% da produção de Córdoba, que tem capacidade para fabricar de 70 mil picapes por ano, seria para a Classe X. A Renault e a Nissan dividiriam a cota restante.

Assim como a Mercedes, a Renault afirmou, em março de 2018, que a Alaskan chegaria ao Brasil após o Salão do Automóvel de São Paulo. Meses depois, a marca ainda não se pronunciou com relação ao atraso.

Foto Autoblog | Reprodução

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário