Além da RAM, FCA terá nova picape média com a marca Fiat

Presidente da FCA para a América Latina confirmou lançamentos a partir de 2020, reestilização do Compass e disputa por fábrica de motores

Por Felipe Boutros14/02/19 às 15h49

O presidente da FCA para América Latina, Antonio Filosa, afirmou que a Fiat terá uma nova picape média em 2022. A nova picape da Fiat será um dos vários lançamentos que a marca terá a partir do primeiro quadrimestre de 2020, entre eles, a picape compacta substituta da Strada (o primeiro desses novos modelos) e o SUV da Toro, de sete lugares, baseado no conceito Fastback apresentado no Salão de São Paulo no fim do ano passado.

Além disso, Filosa afirmou que o Jeep Compass reestilizado será lançado entre maio e junho. As mudanças deverão ser discretas, nos mesmos moldes pelas quais passou o Renegade.

Conceito Fastback antecipa linhas do novo SUV da Toro
Conceito Fastback antecipa linhas do novo SUV da Toro (Foto Felipe Boutros | AutoPapo)

Picape média da Fiat

Na semana passada, o executivo já havia informado que a FCA traria importada para o Brasil a RAM 1500 para competir no segmento das picapes médias. Mas a nova picape da Fiat será média e ficará posicionada abaixo da 1500 e acima da Toro.

De acordo com informações apuradas pelo Autos Segredos, a nova picape da Fiat estaria focada em um público que precisa de um modelo para trabalho e disputaria clientes com as versões intermediárias da Chevrolet S10 e da Toyota Hilux. Ela será construída sobre chassi e terá capacidade para 1 tonelada.

Uma das opções de motor seria o FPT 3.0 F1C, que tem potências entre 110 cv e 203 cv. A nova picape da Fiat terá opções de câmbio manual e automático e a tração será 4×2 ou 4×4.

Além do novo SUV da Toro, a Fiat irá produzir um outro utilitário-esportivo compacto, com capacidade para cinco ocupantes.

Nova picape da Fiat ficará entre RAM 1500 e Toro
RAM 1500 chega ainda neste (Foto RAM | Divulgação)

Nova fábrica de motores

O polo de Betim (MG), está na briga para receber a nova fábrica de motores da FCA. Ela está sendo disputada com a FCA da Ásia e, segundo Antonio Filosa, ela tem 49% de chances de ser instalada no Brasil.

A nova fábrica produzirá cinco novos motores: um que ainda está sendo desenvolvido, dois já patenteados e dois já utilizados pelo grupo. Hoje, no Brasil, é esperado que, em breve, a Fiat passe a utilizar a família FireFly turbo para substituir os defasados E.torQ 1.6 e 1.8.

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Marcelo 14 de fevereiro de 2019

    Não adianta falar em novos modelos e deixar o Renegade com esse motor E. torQ 1.8, enquanto a Volks e GM trás motores turbo a FCA nem fala do assunto.

    Estou trocando a marca por causa disso, não consigo esperar.

Avatar
Deixe um comentário