Periodicidade na troca e óleo correto prolongam vida útil do motor

O lubrificante é uma ferramenta de extrema importância porque faz parte, ao mesmo tempo, dos cuidados diários, do desempenho e da manutenção preventiva

Por Conteúdo Patrocinado 17/10/19 às 14h00

O coração do carro está localizado no motor. É ali que acontece a partida do veículo e a potência que movimenta e dá força para o funcionamento adequado do automóvel. O desempenho também está diretamente atrelado a esse “coração”, pois é através do bom funcionamento que a performance do carro pode ser melhor ou apontar problemas.

Apesar desse ponto, a manutenção preventiva é muitas vezes negligenciada por boa parte dos motoristas, em especial sobre a troca de óleo, um dos componentes principais para cuidar do veículo. O lubrificante é uma ferramenta de extrema importância porque faz parte, ao mesmo tempo, dos cuidados diários, do desempenho do motor e da manutenção preventiva.

defeito motor shutterstock

O funcionamento do motor, resumidamente, envolve o trabalho contínuo de peças móveis. Esse processo gera atrito entre essas peças e aquecimento do ambiente em que elas estão, provocando ou agravando eventuais problemas em caso da falta de cuidados específicos. Por exemplo: o desgaste excessivo das peças com o atrito e, consequentemente, o acúmulo de depósitos que forçam um maior esforço do motor para trabalhar, o entupimento de vias e até maior consumo de combustível. Tudo isso compromete a vida útil do motor e pode desencadear outros problemas no veículo.

Sabendo da particularidade de cada carro, é essencial consultar um especialista ou o manual do automóvel para ficar atento a dois fatores: a periodicidade indicada para troca e o melhor tipo de lubrificante para cada modelo. A Petronas, por exemplo, possui a linha Petronas Selenia, desenvolvida em conjunto com a Fiat e indicada para os veículos da montadora.

Além dela, existe a linha Petronas Syntium, que conta com a tecnologia exclusiva °CoolTech, que combate o aquecimento excessivo do motor, garante a maior vida útil e o melhor desempenho do coração do carro, atacando todas as frentes necessárias para os cuidados adequados com o motor.

oleo petronas

O valor dos efeitos causados por uma manutenção negligenciada ou pela escolha de um lubrificante que não atenda as necessidades do veículo é, muitas vezes, maior que a manutenção preventiva ou a troca de óleo em si. Fora esses fatores, os transtornos de ter o automóvel parado são um agravante considerável.

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (5 votos, média: 3,40 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
3 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Pepe 21 de outubro de 2019

    Pessoal, o óleo correto é o indicado no manual do veículo.

  • Avatar
    César Souza 19 de outubro de 2019

    Olá, bom dia .

    O meu carro é prisma 2011, motor 1.4 flex está com 168000 km rodados gostaria de saber qual tipo de óleo é recomendado que eu possa usar , por favor obrigado.

  • Avatar
    José Ricardo Moura da silva 18 de outubro de 2019

    Concordo com esse comentário!
    Gostaria de saber,qual óleo posso usar no gol G4 2014,me diga aí,por favor!

Avatar
Deixe um comentário