Bolsonaro promete anular placas padrão Mercosul

Presidente se manifestou mais um vez contrariamente ao novo padrão de chapas; até então, gestão não conseguiu encontrar uma maneira legal de derrubá-lo

Por Laurie Andrade15/03/19 às 16h32

Em uma entrada ao vivo feita pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro se colocou, mais uma vez, contrário à adoção das placas padrão Mercosul. O pronunciamento foi realizado nessa quinta-feira (14), na parte da noite.

“Vamos, com o nosso ministro Tarcísio (de Freitas, do Ministério da Infraestrutura), ver se a gente consegue anular essa placa do Mercosul. Porque não tem o município… não traz, no meu entender, benefício para o Brasil essa placa do Mercosul. É um constrangimento, uma despesa a mais”, declarou o presidente.

Em outro momento da transmissão, Bolsonaro voltou a afirmar que vai colocar fim na adoção das chapas:

Estamos tentando uma maneira legal, acho que dá para encontrar, para acabar com essa placa do Mercosul

A decisão de implementar as placas foi tomada com base em um acordo realizado entre os países integrantes do Mercado Comum do Sul em 2014. Desde então, sua adoção no Brasil tem encontrado empecilhos. A primeira data estipulada para que o novo padrão começasse a valer por aqui era janeiro de 2016.

De acordo com Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), havia dificuldades para determinar o processo de fornecimento, que tinha custo elevado. Por isso, a adoção foi adiada para 2017. Depois, por tempo indeterminado. Até que a Resolução Nº 748, de 30 de novembro de 2018 estipulou 3 de dezembro de 2018 como data limite para os Estados começarem a utilizar o novo padrão.

Por meio da Resolução 770/2018, publicada no Diário Oficial da União (DOU) do dia 28 de dezembro de 2018, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) adiou a adoção das chapas para 30 de junho de 2019.

Presidente do Brasil promete, em uma transmissão ao vivo, acabar com as placas padrão Mercosul. Chapas já foram adotadas em sete Estados.

Na última quinta-feira, 7 de março, o AutoPapo noticiou que, para tentar dar fim às reflexões e tomar a melhor determinação cabível, o Contran publicou, no DOU, uma decisão que encaminhava para estudo prioritário e imediato a nova chapa de identificação veicular (as placas padrão Mercosul). De acordo com o documento, os temas a serem analisados pela Câmara Temática de Assuntos Veiculares eram:

  • estudar critérios para amplo credenciamento;
  • avaliar supressão do chip;
  • avaliar QRCode;
  • estudar implantação somente em veículos novos;
  • analisar e definir aspectos físicos e técnicos das placas (retrorrefletividade, luminância, cores, caracteres, película, etc); e
  • analisar os custos de toda a cadeia produtiva até o consumidor.

A questão da exclusão dos brasões de municípios e Estados, levantada por Bolsonaro na live, tinha sido comemorada por diversos órgãos, como o Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV). Isso porque os símbolos faziam com que as placas Mercosul ficassem mais caras no Brasil que nos demais países. Entenda melhor a questão.

De acordo com o Denatran, as placas padrão Mercosul já estão nas ruas de sete unidades federativas: Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, Amazonas, Bahia, Espírito Santo e Rio Grande do Norte.

Bolsonaro e as polêmicas relacionadas ao trânsito

Em outra transmissão ao vivo, Jair Bolsonaro declarou que quer acabar com as lombadas eletrônicas nas estradas brasileiras. Segundo o presidente, é quase impossível viajar sem receber uma multa. Além disso, nas palavras dele, as lombadas eletrônicas servem mais para arrecadação do que para reduzir acidentes.

A Lei do farol aceso e o limite de pontos para cassação da Carteira Nacional de Habilitação também são alvos de Bolsonaro. Conheça aqui as opiniões do político sobre os temas.

Foto da placa padrão Mercosul | Alexandre Carneiro

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (9 votos, média: 3,33 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
35 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Jairo Gandra Percy 13 de julho de 2019

    Pessoal,o que tem a nova previdência com a placa, fala sério! Um gestor tem que atuar em várias frentes simultaneamente. E a nova previdência já estava encaminhada e delegada ao Presidente da Câmara, e aos líderes do governo, para a sua gestão, o que é de fato e de direito, além de obrigação deles conduzi-la.
    Com relação as placas, é realmente um absurdo, eu nunca fui de carro, e imagino que mais de 99% da da pessoas já foram ou irão romper a fronteira do Mercosul. Essa mudança teve algum esquema de arrecadação. Parabéns ao Presidente, que está ouvindo as conversas das pessoas do dia a dia nas esquinas, portões e bares do País.

  • Avatar
    Maykon 28 de junho de 2019

    PLACA MERCOSUL LAVAGEM DE DINHEIRO,O CARA COMETE O CRIME E NÃO SABE DE ONDE É,FACÍL DE ROUBAR ETC.BOSTA DE PLACA MERCOSUL…

  • Avatar
    jose antonio de carvalho 20 de junho de 2019

    Eu gostaria que as placas ficassem como estão na cor cinza, que o IPVA fosse pago apenas na compra do carro zero e depois nunca mais, que o limite para isenção de impostos na compra de carro PCD fosse elevado de 70mil para 200mil, que a renovação da CNH fosse a cada 10 anos e que o limite de velocidade em rodovias de pista dupla fosse 150 km/h. São coisas possíveis de se fazer. É só ter vontade política.

  • Avatar
    Pinheiro 10 de junho de 2019

    RIDÍCULO TUDO ISSO. É MAIS UMA FORMA DE USURPAR O DINHEIRO DO POVO. JÁ BASTA A GASOLINA ALTA E OS IMPOSTOS SOBRE TUDO O QUE COMPRAMOS. QUEM JÁ TEM A NOVA PLACA DEVERIA VOLTAR A PLACA ANTIGA E RECEBER O DINHEIRO INVESTIDO (ASSALTADO) DE VOLTA. E CHEGA DE TANTA PALHAÇADA. O PRESIDENTE TEM QUE ANULAR MESMO ESSA PORCARIA DE TROCA DE PLACA. AINDA TEM GENTE AQUI COMENTANDO QUE ACHA LEGAL E DEVERIA SEGUIR COM AS PLACAS NOVAS. OORA VÁ… VOCÊ QUE FALA ISSO DEVE TER UMA BAIXO ALTA ESTIMA E QUER APARECER NEM QUE SEJA COM UMA PLACA NOVA NO SEU CARRO VELHO. APROVEITA E PEGA ESSA PLACA HORROROSA E BOTA ELA EM VOLTA DO TEU PESCOÇO E SAI GRITANDO NA RUA.

  • Avatar
    VITORIO NEGRI 1 de junho de 2019

    FICOU HORRÍVEL, PRECISO MELHORAR, O QUE É MUITO FÁCIL, É SÓ COPIAR A EUROPÉIA, SIMPLES ASSIM!!!

  • Avatar
    Isaias 30 de maio de 2019

    O título da reportagem diz tudo “PROMETE” kkkkkkkkkk

  • Avatar
    mayrlon 7 de maio de 2019

    Sim tudo bem, acabar com as placas padrão Mercosul. Aí quem já colocou no seu veículo nesses sete estados que já estão adotando, o governo vai bancar a transferência novamente de graça? Por que não terá cabimento os proprietários que já ultilizam a nova placa. Eu duvido como o governo não fará isso.

  • Avatar
    Marco Gouvêa 2 de maio de 2019

    Acho que ele tem que cuidar de outras coisas mais relevantes
    Além do mais, as placas logo deveram ser mudas mesmo, pois já estam saturadas as combinações

  • Avatar
    Pedro Natal 2 de maio de 2019

    Aqui onde moro ja vi um monte de carros com essa placa, achei bem esquisita e feia..

  • Avatar
    Alex 1 de maio de 2019

    Sou contra essas placas comunista, pois não dá dá segurança nenhuma.

  • Avatar
    Jhonatan 28 de abril de 2019

    Muito feia essa placa, o certo era colocar só em carros zero km, carros usados deixa com a antiga mesmo. A placa na minha opinião deveria ser da pessoa e não do carro, assim a pessoa teria uma única placa para toda a vida, evitando excesso de placas.

  • Avatar
    VALTER 20 de abril de 2019

    Totalmente desnecessário a mudança de placas ! Mais uma maneira de roubar nosso suado dinheiro !
    Alguém lebra do kit primeiros socorro ou do extintor ?
    Nenhum deu certo.
    Só que as empresas desees produtos ficaram + ricas ainda.
    Quem pagou essa conta ?
    Nós , os idiotas Brasileiros .
    Basta né Detran ?
    Mta roubalheira nessa * de país
    EDITADO

  • Avatar
    Jean 18 de abril de 2019

    Essa placa já é feia meu pai do céu num carro preto fica o cão chupando manga..

  • Avatar
    Ramon 15 de abril de 2019

    Assim como a obrigatoriedade do kit de primeiros socorros sem o devido treinamento no seu uso, o extintor de incêndio que teve sua obrigatoriedade extinta, essas placas caras são mais uma demonstração da falta de capacidade e de compromisso com o bem comum de nossas autoridades.
    Mais uma “bola fora”.

  • Avatar
    Alessandro 14 de abril de 2019

    Aí vem o Zé da padaria me atropela e qual carro me atropelo um carro do município Brasil de que adianta só vou saber a placa que dificilmente vou lembrar ou ver e que ele e do Brasil que piada essas novas placas

  • Avatar
    Marco Gouvêa 10 de abril de 2019

    Ele tem que cuidar de outras coisas mais relevantes para o país em vez de ficar se preocupando com placas de carros

  • Avatar
    Valter 9 de abril de 2019

    Primeiro de tudo que ele não prometeu nada, vai ver se tem a possibilidade de anular a implantação da placa.

  • Avatar
    emerson 21 de março de 2019

    acho que e mais uma maneira de nos roubar nosso dinheiro mais que dobrou o valor das placas chega de roubo nesse brasil ta uma vergonha nosso brasil

  • Avatar
    fora com essa placa não ajuda o povo 19 de março de 2019

    EXPLORAÇÃO, PORQUE NÃO DEIXAM LIVRE FAZ QUEM QUER.

  • Avatar
    Keys 18 de março de 2019

    Não acho desnecessária esta mudança. Vale lembrar que em pouco tempo o número de combinações possíveis do modelo atual se esgotará. É inevitável a mudança. Se for antecipada, como é o caso, esta transição se dará de uma forma tranquila. Estou achando muito alarme pra pouca coisa. Troca e pronto.

    • Avatar
      Marco Gouvêa 10 de abril de 2019

      Concordo plenamente

    • Avatar
      Euller Monteiro 18 de abril de 2019

      Olha Keys… Que mude-se a maneira de combinar os números na placa atual, más sem aderir ao modelo Mercosul… Uma placa completamente inaceitável. Se as nossos veículos consomem um número de placas tão alto assim, imagine nós dividindo essa placa “mercosul” com mais um monte de outros países…

  • Avatar
    Isaías 16 de março de 2019

    Essa placa é triste de feia, cor muito chamativa, e não precisa mudar, deixa a cinza mesmo pois é mais bonita, discreta e legível

    • Avatar
      HENRIQUE JACOBS DE MELLO 18 de março de 2019

      Exatamente, sem contar que o fato dela conter o nome da cidade em que o veículo está Sta registraro,para muitas cidades pequenas, e motivo de alerta e também das autoridades fiscalizarem veículos de longe em cidades com pouco policiamento…muito comum carro de fora da cidade ser abordado, e com essa placa as pessoas ficam a mercê sem saber de onde é o veículo

    • Avatar
      HENRIQUE DE MELLO 18 de março de 2019

      Exatamente, sem contar que o fato dela conter o nome da cidade em que o veículo está Sta registraro,para muitas cidades pequenas, e motivo de alerta e também das autoridades fiscalizarem veículos de longe em cidades com pouco policiamento…muito comum carro de fora da cidade ser abordado, e com essa placa as pessoas ficam a mercê sem saber de onde é o veículo

      • Avatar
        MARCELO MUNIZ 8 de abril de 2019

        Ah que legal… então pela sua lógica carro que ta rodando no próprio município de registro não tem que ser fiscalizado? Que idiotice…

    • Avatar
      Maykon 28 de junho de 2019

      Verdade Isaías placa Mercosul só lavagem
      De dinheiro,Perca de tempo esses políticos
      Se preocupando com placas Mercosul,E a saúde
      Do Brasil,Educação,Segurança tá uma Merda.
      Políticos do Brasil Acorda,Cuidado o Povo
      Coloco vocês e tambêm pode TIRAR 👊👊👊👊👊

  • Avatar
    Thiago 16 de março de 2019

    QUANDO OS MOTORISTAS VÃO LAVAR O CARRO, PASSA A ÁGUA NA PLACA, ESTAR SAINDO A TINTA DESSA PLACA DO MERCOSUL, EU VI UM VÍDEO NO YOU TUBE, DE UM CAMINHONEIRO, QUANDO O CAMINHONEIRO LAVOU O CAMINHÃO, ELE MOSTROU O QUE TINHA ACONTECIDO, APÓS TER LAVADO O CAMINHÃO, DEPOIS ELE MOSTROU, O QUE TINHA ACONTECIDO, COM A PLACA, ISSO PARA MIM, SE CHAMA ARRECADAÇÃO DE DINHEIRO E PRINCIPALMENTE TIRAR O COURO DO POVO BRASILEIRO, PREÇO DO FEIJÃO A R$ 8,40, CAFÉ R$ 8,40 500 GRAMAS, ARROZ R$ 13,50, CHEGANDO QUASE R$ 15 REAIS, DESODORANTE CHEGANDO QUASE 6 REAIS, UMA MARCA INFERIOR, O DESODORANTE MAIS CARO DO QUE UM LITRO DE GASOLINA, VAI CHEGAR UM TEMPO, O CARRO VAI SER UM ENFEITE NA GARAGEM, COM ESSE ASSALTO NO PREÇO DA GASOLINA, CARRO VAI SER UM ARTIGO ENFEITE NA GARAGEM.

  • Avatar
    Fabio 15 de março de 2019

    Totalmente desnecessário. Somos um país de “primeiro” mundo e, com certeza todos esses estudos já foram feitos. Sugiro que alguém que saiba ler, leia os estudos e conte o resultado pro Presidente. Será que é tão difícil assim fazer uma placa de carro. Ela deve ter aspectos de segurança e que a polícia, radares possam detectar problemas pela leitura do QR code ou das letras e números. Nada de bandeirinha de cidade. Isso é bobagem. A placa tem de ser segura e única, só isso. Ele não deveria estar tratando da reforma da Previdência, e de coibir a corrupção?

    • Avatar
      jose 19 de março de 2019

      tudo o q v disse faria sentido se a placa fosse da pessoa e não do carro. e mais, faz falta aos operadores da seguranca que estão nas ruas não ter escrito ali de que cidade é o veiculo

      • Avatar
        Jhonatan 28 de abril de 2019

        E se a pessoa tiver mais de um carro no nome, daria zica, por isso a placa ser da pessoa não funcionaria ..

      • Avatar
        Deverson 1 de junho de 2019

        A pessoa teria 2 placas ué

      • Avatar
        Adilson F.F.da Silva 16 de junho de 2019

        Muito bem!mais isso não funciona na cabeça de muitos brasileiros;pois bem,se existe vários carros em única casa ou familia então qual é o problema em comprar várias placas e cadastrar em seus CPFs…fácil fácil.

      • Avatar
        Giovai 16 de junho de 2019

        A placa é a identidade do veículo, por rla que vc puxa o histórico do mesmo.
        E por não ter tarjeta de municípios, como muitos reclamam, para que tarjeta? Se a placa é única e i substituível?
        Pessoal só reclama.

    • Avatar
      MARCELO MUNIZ 8 de abril de 2019

      Concordo com vc Fábio. Votei no Bolsonaro, porém acho que existem muitas outras questões que merecem prioridade como a reforma da previdência, ao invés de ficar gastando tempo (e dinheiro) simplesmente por BIRRA. Além do mais, muitos estados já aderiram e iniciaram o processo de transição… se voltasse atrás nessa altura do campeonato, muita gente sairia prejudicada.
      Ah, e já ia me esquecendo… tem a questão tb de que as combinações possíveis com o padrão antigo (LLL-NNNN) praticamente já acabaram, já chegou ao ponto de emplacarem carros 0KM com combinações de veículos baixados. Já saturou, a mudança de combinação é inevitável, seja com ou sem mercosul. Precisa convocar um estudo pra saber o óbvio!?

Avatar
Deixe um comentário