Fiat revela Cronos; sedã custará entre R$ 56 mil e R$ 80 mil

Sedã derivado do Argo começará a ser vendido no primeiro trimestre do ano que vem e terá como grande concorrente o VW Virtus

Por AutoPapo27/11/17 às 15h32

A Fiat divulgou as primeiras imagens do Cronos, versão sedã do recém-lançado Argo. As vendas começarão no primeiro trimestre do ano que vem com preços que deverão variar entre R$ 56 mil e R$ 80 mil.

Cronos

A apresentação do novo três volumes da marca italiana acontece poucos dias depois de a Volkswagen ter exibido o Virtus, um dos seus principais rivais. Ambos também irão competir com o Chevrolet Cobalt, Honda City e Nissan Versa.

Em breve a Toyota, que conta apenas com o Etios sedã como opção nesse nicho, deverá lançar o Vios, sedã do Yaris. Mas o grande embate deverá ser com o modelo da VW, assim como está ocorrendo entre o Polo e o Argo.

Cronos

Identidade

O Fiat Cronos será equipado com os motores 1.3 Firefly e 1.8 E.torQ. O 1.0 Firefly está descartado, devido ao porte e a proposta do modelo. O primeiro rende 109 cv com etanol e 101 cv com gasolina. O torque é de  e 14,2 kgfm e 13,7 kgfm a 3.500 rpm, com os mesmos combustíveis respectivamente. Já o 1.8 desenvolve 139 cv/135 cv e 18,3/18,7 kgfm a 3.750 rpm com etanol/gasolina.

Haverá opções de câmbio manual, automatizado GSR (o antigo Dualogic) e automático de seis velocidades (para o 1.8). As versões serão 1.3 Drive, 1.3 Drive GSR, 1.8 Precision e 1.8 Precision AT6.

Visualmente, a parte dianteira se distingue do Argo pela adoção de para-choques e grade com desenhos próprios. O farol de neblina foi reposicionado e foram adicionados filetes cromados. Na traseira, as lanternas também têm ligeiras modificações na porção que fica na tampa do porta-malas.

De acordo com as poucas informações divulgadas pela Fiat, o Cronos é “baseado na nova plataforma MP-S (Modular Platform Sedan), concebida exclusivamente para o modelo” e será produzido na Argentina.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário