[Recall] Jeep Cherokee: suspensão pode quebrar

Marca informa que os braços oscilantes da suspensão traseira podem sofrer corrosão e se partirem, o que pode levar a acidentes

Por AutoPapo03/08/18 às 21h30

A Jeep está convocando para recall o modelo Cherokee, com fabricação entre 2004 e 2007. A montadora informa que o utilitário esportivo pode apresentar fragilidades nos braços oscilantes da suspensão traseira, e o conjunto deve ser inspecionado e substituído, quando for necessário. Em casos extremos, a suspensão pode quebrar, aumentando o risco de acidentes.

Jeep Cherokee Limited 2004 a 2007 suspensão pode quebrar
(Jeep | Divulgação)

Desta forma, ocupantes do veículo e terceiros estarão expostos a danos físicos e materiais. O risco de rompimento, detalha a marca, existe devido à corrosão excessiva que os componentes podem apresentar.

O desgaste pode chegar ao ponto em que as peças do sistema se partam, e a suspensão pode quebrar. Se esse sistema se partir em um carro, é bastante provável que o condutor irá perder o controle do veículo. Em alta velocidade, isso pode levar a colisões, capotamentos, e envolver outros carros que estejam na via. Por isso, considera-se que há riscos de morte se o problema se manifestar.

Os chassis envolvidos, não sequenciais, têm os últimos seis dígitos entre 111503 e 686238.

O atendimento aos veículo afetados começa na próxima segunda-feira, 6 de agosto, e deve ser agendado em uma das concessionárias autorizadas da rede de atendimento Jeep. A fabricante estima que o conserto da suspensão terá 1 horas de duração.

Modelos envolvidos:

Modelo ano/modelo Últimos seis dígitos do chassi
Cherokee 2004 a 2007 111503 a 686238

Lembramos que, como determina a lei, qualquer serviço de recall deve ser feito gratuitamente e não tem data de término, embora deva ser atendido o quanto antes por afetar a segurança do veículo, de seus ocupantes, e também de terceiros.

Para mais informações ou para consultas de chassi, acesse a página de recalls da marca ou ligue para a Central de Serviços ao Cliente, no número 0800 703 7150.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário