[Recall] Motor dos EcoSport 2018 e 2019 pode desligar

21 mil unidades produzidas entre maio de 2017 e abril de 2018 foram chamados para fazer a reprogramação do software do módulo de controle do motor (PCM)

Por AutoPapo11/04/18 às 14h32

A Ford convocou, nesta quarta-feira (11), 21 mil e sete unidades dos EcoSport 2018 e 2019 para recall do software do módulo de controle do motor (PCM). Isso porque a ressonância do funcionamento do propulsor 1.5 sobre a polia tensionadora da correia de sincronismo pode gerar quebra, desligamento repentino do motor, impossibilidade de partida e perda de aceleração. Colocando em risco a vida de ocupantes e pedestres.

Os atendimentos duram aproximadamente 20 minutos e já podem ser agendados pelo telefone 0800 703 3673 ou pelo site da fabricante. A Ford destaca a importância do imediato atendimento a esta convocação

Confira os chassis envolvidos no chamamento dos EcoSport 2018 e 2019:

Data de produção: 12 de maio de 2017 até 5 de fevereiro de 2018

Chassis: J8598043 até J8699424

Data de produção: 23 de janeiro de 2018 até 04 de abril de 2018

Chassis: K8695003 até K8716214

Ford EcoSport 2018 e 2019 é convocado para recall do software do módulo de controle do motor. Problema pode fazer o propulsor de 21 mil unidades parar sozinho.

Fotos Ford | Divulgação

3 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Luiz Barreto 11 de junho de 2018

    Concordo, está difícil comprar um carro novo, todos tem defeito, acabo de saber que o fusion 2014 a 2018 pode soltar o volante ,pasmem.
    eco nova pode apagar o motor,já vi ranger nova sendo trocado o motor na garantia.
    viva os opalas.

    • Dário de Macaé 22 de junho de 2018

      gostei muito do seu comentário, inteligente tb.
      Parabéns!!
      Viva os Opalas e Chevettes

  • Jeffther Lopes 12 de abril de 2018

    carros caros, péssimos com excesso de porcarias eletrônicas e cores berrantes, em resumo, é a ford sendo ford…

Deixe um comentário