[Recall] FCA convoca Wrangler e 300C para substituição de airbags Takata

Chamamento faz parte do maior recall da história automobilística; unidades envolvidas foram produzidas entre 2014 e 2016

Por AutoPapo 01/02/19 às 12h38

A Fiat Chrysler Automóveis convoca mais dois de seus modelos, Jeep Wrangler e 300C, da Chrysler, para substituição dos airbags Takata. O chamamento é mais um desdobramento do maior recall da história automobilística. Dessa vez, as unidades envolvidas são ano/modelo 2014 a 2016.

A troca dos airbags dos Wrangler e 300C será realizada porque existe a possibilidade de degradação do deflagrador do equipamento de segurança devido à eventual exposição do veículo a variações elevadas de temperatura e umidade absoluta durante longos períodos.

Em caso de colisão que resulte no acionamento dos airbags, pode ocorrer a ruptura do deflagrador, provocando a dispersão de fragmentos metálicos com potenciais danos físicos graves ou até mesmo fatais aos ocupantes do veículo.

Os modelos Wrangler e 300C envolvidos serão atendidos a partir do dia 04 de fevereiro de 2019. O reparo dura aproximadamente 1h e já pode ser agendado por meio dos telefones 0800 703 7150 (Jeep) e 0800 703 7130 (Chrysler).

Para mais informações sobre o chamado, acesse a página de recall da Jeep e da Chrysler.

Chassis dos Jeep Wrangler envolvidos

  • Ano/modelo: 2014 a 2016
  • Chassis: últimos seis dígitos 117037 a 738079
Em continuidade ao mega recall dos airbags Takata, a FCA convoca os modelos Jeep Wrangler e 300C, da Chrysler, para substituição das bolsas de ar.

Chassis dos Chrysler 300C envolvidos

  • Ano/modelo: 2014 e 2015
  • Chassis: últimos seis dígitos 237744 a 926635
Em continuidade ao mega recall dos airbags Takata, a FCA convoca os modelos Jeep Wrangler e 300C, da Chrysler, para substituição das bolsas de ar.

O maior recall da história automobilística

No mundo, mais de 100 milhões de airbags foram afetados pelo chamamento dos airbags Takata. As bolsas de ar da marca já provocaram 19 mortes e deixaram quase 200 ocupantes de veículos feridos.

No Brasil, 13 montadoras já convocaram os proprietários para substituírem o equipamento problemático. São milhões de carros afetados pelo mesmo problema dos Wrangler e 300C. O que acontece, no entanto, é que muitas pessoas negligenciam a seriedade do recall dos airbags Takata.

De acordo com um levantamento feito pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), em novembro de 2018, apenas 16% dos veículos chama no Brasil haviam atendido o recall dos airbags mortais.

Fotos FCA | Divulgação

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário