Novo Kwid: veja como ficará o modelo reestilizado

Subcompacto deverá passar por uma plástica ao longo do ano que vem; projeção mostra como visual dele poderá ficar

Por AutoPapo 20/08/19 às 10h20

Lançado no Brasil há pouco mais de dois anos, o Kwid não tardará a ser reestilizado. A Renault já faz testes com unidades atualizadas na Índia, mas ainda as esconde sob camuflagens e não revela informações sobre o projeto. Porém, com base nesses flagras e nas imagens do City K-ZE, versão elétrica que chegará ao mercado asiático em breve, o designer João Kléber do Amaral fez projeções do modelo para o AutoPapo.

projecao novo kwid joao kleber amaral 3 4 frente

O retoque de meia-vida está previsto para estrear em 2020: provavelmente, ele marcará a chegada da linha 2021.  As mudanças concentram-se na dianteira, que adotará um conjunto óptico duplo. Na traseira, contudo, mudam apenas o para-choque e o arranjo das luzes das lanternas. Nas laterais as mudanças devem ser ainda mais sutis: resumem-se a calotas redesenhadas.

No interior, é esperada uma atualização do equipamento multimídia. No mais, a Renault deve aproveitar para fazer apenas pequenas mudanças no acabamento. Como a carroceria não muda, o espaço para ocupantes e bagagem permanecerá inalterado.

projecao novo kwid joao kleber amaral 3 4 traseira

Na parte mecânica, tudo deverá permanecer como está. O Kwid reestilizado vai manter o motor 1.0 de três cilindros como única opção. Não são esperados aperfeiçoamentos para elevar a potência ou o torque. Essa unidade, vale lembrar, desenvolve 66 cv e 9,4 kgfm com gasolina e 70 cv e 9,8 kgfm com etanol. Porém, existe a possibilidade, ainda não confirmada, de a Renault disponibilizar a versão elétrica no Brasil.

Kwid será reestilizado para manter bom desempenho comercial

As alterações visam manter o Kwid competitivo no mercado brasileiro. Atualmente, ele é o automóvel mais vendido pela Renault no Brasil, à frente do Sandero e do Logan. O modelo também é líder do segmento de subcompactos, do qual também fazem parte o Fiat Mobi e o Volkswagen up!.

projecao novo kwid joao kleber amaral frente

Ainda não há informações sobre os preços do Kwid reestilizado. Entretanto, mesmo que ocorra algum aumento, o modelo seguirá na posição de produto de entrada da Renault. Afinal, tanto no Brasil quanto em outros mercados, um dos maiores apelos comerciais do subcompacto é o valor de aquisição.

Assim como o modelo atual, o Kwid reestilizado será produzido em São José dos Pinhais (PR). A fábrica brasileira seguirá responsável pelo abastecimento de vários países da América do Sul.

projecao novo kwid joao kleber amaral traseira
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (16 votos, média: 4,88 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
5 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    marcus 22 de agosto de 2019

    Deveriam adotar o motor do sandero 1.0 com variador de fase.
    Renault Sandero Authentique 1.0 12V SCe (Flex) 2019
    Combustível Álcool Gasolina
    Potência (cv) 82 79
    Torque (kgf.m) 10,7 10,5

  • Avatar
    Joelson dantas 22 de agosto de 2019

    Sempre tem um imbecil q so sabe fazer criticas.

  • Avatar
    Marcos Lopes 22 de agosto de 2019

    As rodas passarão a ser fixadas por 4 parafusos ao invés dos 3 atuais?

    • AutoPapo
      AutoPapo 22 de agosto de 2019

      Olá, Marcos.

      Não… Trata-se apenas de uma reestilização que não deverá contemplar essa mudança.

      Obrigado e abraço

  • Avatar
    Ralfo Penteado 21 de agosto de 2019

    Solúvel. Uma “m”.

Avatar
Deixe um comentário