Shared Streets: plataforma reunirá dados sobre ruas do mundo todo

Plataforma é resultado de uma parceria público-privada entre Ford, Uber, Lyft e Bloomberg Philanthropies e Associação de Transportes dos EUA

Por AutoPapo27/09/18 às 14h22

Ford, Uber e Lyft anunciaram, hoje, uma parceria público-privada para formar uma base de dados de mobilidade compartilhados com informações sobre ruas de todo o mundo. A plataforma Shared Streets também conta com a Associação Nacional de Autoridades Municipais de Transporte dos Estados Unidos (NACTO), Open Transport Partnership e a Bloomberg Philanthropies como parceiros.

Plataforma Shared Streets é resultado de uma parceria público-privada entre Ford, Uber, Lyft e Bloomberg Philanthropies e Associação de Transportes dos EUA.

A proposta da base de dados é fornecer informações em tempo real sobre vias urbanas, que poderão ser utilizados por instituições públicas e privadas. Prefeitos, por exemplo, poderão fazer uso dos dados de mobilidade no planejamento e decisões de investimento nas cidades, considerando a chegada da mobilidade autônoma e compartilhada.

Já as empresas, poderão ter um padrão comum de compartilhamento de informações, a ser utilizado por empresas de mobilidade que operam em cidades. Segundo comunicado, cada uma das instituições irá colaborar com um aspecto do projeto.

A Ford vai desenvolver um padrão universal de dados de mobilidade sobre a disponibilidade e uso de ruas em tempo real. A ferramenta, que será parte do Shared Streets disponibilizará informações sobre precificação e gerenciamento do espaço viário com foco na eficiência. De acordo com descrição da fabricante, esses dados poderão ser usados, por empresas, para incentivar escolhas sustentáveis de transporte.

Já o Uber fornecerá uma base de dados global, de acesso gratuito, sobre velocidade de veículos. Este seria um dos primeiros recursos desenvolvidos pela Shared Streets, e será, também, usado para divulgar os dados de velocidade em diversas cidades do mundo. A informação poderá ser usado para identificar locais onde carros costuma haver carros com excesso de velocidade ou direção perigosa.

Assim, seria possível melhorar os percursos, melhorando a segurança nas vias.

Por fim, a Lyft criará uma rede universal de compartilhamento de contagem de embarques e desembarques nas ruas. A empresa também irá colaborar com o modelo de fornecimento de dados de mobilidade sobre uso das ruas nas principais cidades do mundo. Esse modelo da Shared Streets possibilitará a identificação de onde veículos são mais procurados, com o objetivo de reduzir congestionamentos e otimizar a mobilidade.

“O setor público e o privado precisam se unir para criar sistemas de transporte mais inteligentes, seguros e eficientes”, disse Dara Khosrowshahi, CEO do Uber.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário