Sucessor do Bugatti Chiron terá “ajudinha” de motor elétrico

De acordo com diretor executivo da Bugatti, próxima geração do supercarro terá complemento ao motor W16 8.0, que gera impressionantes 1.520 cv de potência

Por AutoPapo21/07/17 às 13h41

Nem bem sentou ao lado da janela e o Bugatti Chiron já está indo para o corredor. Calma, calma, não “priemos cânico”. A Bugatti não vai substituir assim tão rapidamente o supercarro sucessor do Veyron. No entanto, o diretor executivo da marca, Wolfgang Dürheimer, disse que o herdeiro do possante precisará de uma mãozinha elétrica para superá-lo.

De acordo com diretor executivo da marca, próxima geração do supercarro Bugatti Chiron terá complemento ao motor a combustão de 1.520 cv de potência.

A declaração foi feita ao site britânico Autocar. Segundo Dürheimer, a nova geração do Chiron está “longe de ser desenvolvida, mas do jeito que a tecnologia de baterias e motores elétricos estão se desenvolvendo – bem como as regulamentações – é certo que o próximo carro será eletrificado de alguma maneira”.

O executivo também afirmou que a Bugatti não deve desenvolver um veículo elétrico tão cedo. Mas isso irá acontecer em algum momento. Além disso, Dürheimer comentou que, por conta da introdução de um novo modelo da marca (o que possivelmente ocorrerá em 2024), o novo Bugatti Chiron não seria vendido antes de 2032.

A marca se comprometeu em manufaturar 500 unidades do Bugatti Chiron, e 280 já foram vendidas. O supercarro é empurrado pelo motor W16 8.0, mesmo do Veyron, mas com capacidade de gerar impressionantes 1.520 cv de potência a 6.700 rpm e 163,1 kgfm de torque a partir das 2.000 rotações. Isso tudo sem quaisquer auxílios elétricos. Agora, imagina tudo isso e muito mais? Brincadeira.

O Bugatti Chiron foi lançado em 2016, tendo sido revelado durante o Salão do Automóvel de Genebra daquele ano. Seu nome é uma homenagem ao piloto Louis Chiron, da era do Grand Prix, antes da Fórmula 1. No velocímetro do modelo, é conhecida a marca dos 500 km/h. Veja, abaixo, o veículo participando do Festival de Velocidade de Goodwood:

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário