[Vídeo] SUV: vale a pena comprar um?

Veja o que o Boris acha dos utilitários esportivos; quais são os prós e contras do segmento que está dominando o mundo

Por Boris Feldman04/12/17 às 18h07

O SUV não é moda apenas no Brasil. Aqui, no entanto, tem pelo menos uma justificativa razoável: é mais adequado para sobreviver com integridade em nossas ruas e estradas com “algum asfalto entre crateras”. Confira no vídeo o que o Boris acha dos utilitários esportivos.

[Transcrição]

O carro que está na moda não é um automóvel. É um “utilitário esportivo”, o chamado SUV. É uma verdadeira onda de SUVs no Brasil e em outros países também. Mas por que esse amor, essa paixão, de repente, pelos utilitários esportivos?

Os sedãs já estão perdendo vendas, os hatches também. As peruas, então, nem existem mais. Quase desapareceram do nosso mercado porque todo mundo quer ter um utilitário esportivo.

Eu detesto SUV. Eu adoro dirigir um automóvel que anda perto do chão, que tem estabilidade, que dá prazer ao volante. O SUV é alto. Para ter estabilidade tem que encher de eletrônica. Até porque, senão capota.

O utilitário esportivo é grande, pesado e, por conseguinte, difícil de manobrar. Já cansei de assistir motoristas de SUVs levando mais de 20 minutos para sair de uma vaga no shopping. Como o utilitário esportivo é grande, é alto e é pesado, o consumo também é muito elevado.

Ainda tem alguns com o famigerado pneu sobressalente na tampa do porta-malas. Tão bonitinho isso, né? É, muito bonitinho, mas quando você vai manobrar para estacionar, coitado do capô do carro que estava parado lá atrás.

As vantagens do SUV? Sem dúvida, sua maior altura transmite sensação de segurança. Isso é indiscutível. Espaço também tem. Tanto quanto a perua, ou até mais. Os pneus e rodas são grandes e enfrentam melhor a “buracada”, as crateras que vemos por aí.

Então temos pontos positivos e negativos.

Mas eu já estava me esquecendo. Você gosta de um SUV? Vai comprar um? Antes procure saber quanto custa para trocar o jogo de pneus. Depois a gente conversa, tá?

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário