Volkswagen Virtus tem preços entre R$ 60 mil e R$ 80 mil

Derivação do Polo, sedã chega será vendido em três versões de acabamento e duas opções de motorização

Por Felipe Boutros22/01/18 às 20h00

A Volkswagen promete 20 lançamentos até 2020. 13 desses novos carros serão produzidos no Brasil e um deles foi lançado nesta segunda (22), o Virtus. Ele é o sedã derivado do recém-lançado Polo e será vendido em três versões de acabamento (MSI, Comfortline e Highline) e duas opções de motorização. 1.6 16V e o 1.0 TSI, ambos flex. Os preços vão de R$ 59.990 a R$ 79.990.

Volkswagen Virtus é revelado oficialmente

O Volkswagen Virtus está inserido em um segmento que tem recebido muita atenção dos fabricantes. Em alguns dias, a Fiat lançará o Cronos, derivado do hatch Argo. Ambos irão competir com Chevrolet Cobalt, Honda City e Nissan Versa. Em breve, a disputa ficará ainda mais acirrada com a configuração três volumes do Toyota Yaris, que ficará posicionado entre Etios e Corolla.

Volkswagen Virtus é revelado oficialmente

Mas quais atributos o novo sedã da Volkswagen oferece para se destacar entre os rivais? O primeiro é o tamanho. Ele é construído sobre a plataforma modular MQB. A vantagem dela é permitir que diferentes produtos tenham características próprias.

Volkswagen Virtus é revelado oficialmente
As peças em laranja na plataforma do Virtus indicam as que foram modificadas em relação ao Polo

Por exemplo, mesmo sendo derivado do Polo, o Virtus tem dimensões mais generosas: com 4,48 metros de comprimento, ele é 42,5 cm mais comprido do que o hatch. O entre-eixos também é substancialmente maior, com 8,6 cm a mais. O valor total é de 2,65 m, o mesmo da geração atual do Jetta. O porta-malas tem 521 l de capacidade. Ainda em comparação ao Polo, o novo sedã tem 4 mm a mais (1,46 m) de altura. Apenas a largura é a mesma (1,75 m).

A modularidade também é um destaque no novo modelo da VW.  Com o encosto do traseiro rebatido, o Virtus oferece 1,82 metro de espaço (da tampa do porta-malas até a parte de trás do banco dianteiro). É possível ainda rebater totalmente para a frente o encosto do passageiro dianteiro, o que proporciona um espaço livre de 2,65 metros (da tampa do porta-malas até o painel).

Conjunto mecânico

Quanto à mecânica, sedã e hatch compartilham os mesmíssimos conjuntos. A única diferença é que o Virtus não será vendido com o motor 1.0 de aspiração natural: apenas o 1.0 TSI e o 1.6 MSI. O primeiro tem bloco de três cilindros, é sobrealimentado e tem potência máxima de 128 cv com etanol e 115 cv com gasolina a 5.500 rpm. O torque máximo é de 20,4 kgfm (200 Nm, daí o nome das versões), com gasolina ou etanol, de 2.000 a 3.500 rpm.

Neste caso, haverá apenas a opção de câmbio automático de seis velocidades. Segundo dados divulgados pela VW, equipado com esse powertrain, o três volumes acelera de 0 a 100 km/h em 9,9 segundos e atinge velocidade máxima de 194 km/h (quando abastecido com etanol).

Já o consumo, ainda de acordo com o fabricante, é de 11,2 km/l e 14,6 km/l na cidade e estrada, respectivamente, com gasolina. Com etanol, o Virtus 1.0 TSI percorre 7,8 km/l e 10,2 km/l.

Volkswagen Virtus lançamento

Já o 1.6 MSI, que equipará apenas a configuração de entrada, tem 16 válvulas, e entrega 117 cv de potência com etanol e 110 cv com gasolina a 5.750 rpm, com torque máximo de 16,5 kgfm com etanol e 15,8 kgfm com gasolina, ambos a 4.000 rpm.

Com o MSI e o câmbio manual de cinco marchas – único disponível neste caso – o Volkswagen Virtus acelera de 0 a 100 km/h em 9,8 segundos e atinge 195 km/h de velocidade máxima (com etanol). O consumo, com esse conjunto, é de 11,9 km/l na cidade e 13,8 km/l na estrada, com gasolina. Com etanol, esses valores são de 8,2 km/l e 9,5 km/l, respectivamente.

A suspensão do Virtus segue o arranjo “clássico”: dianteira tipo McPherson e a traseira é barra de torção.

Segurança

O Volkswagen Virtus tem freios a disco nas quatro rodas como item de série nas versões TSI. Todas as versões são equipadas com M-ABS, que inclui o sistema de freios antitravamento e outros recursos de segurança. Como, por exemplo, o EBD, que distribui eletronicamente as forças de frenagem entre os eixos traseiro e dianteiro, garantindo a estabilidade e a segurança.

Também está incluído no M-ABS o controle de tração, que tem a função de reduzir o escorregamento das rodas durante a aceleração ou quando o veículo começa a destracionar, em curvas acentuadas, controlando eletronicamente o torque do motor. Na configurações equipadas com o 1.0 TSI, o controle de estabilidade é item de série. Opcional na MSI.

Volkswagen Virtus lançamento

O controle de tração ainda engloba controle de assistência de partida em rampa, assistente de frenagem de emergência  – que maximiza a força sobre os freios  – bloqueio eletrônico do diferencial, monitoramento da pressão dos pneus e Limpeza Automática dos Discos de Freio, que, em pista molhada, reduz a distância entre a pastilha e o disco para evitar o acúmulo de água, entre outros.

Vale destacar também o Sistema de Frenagem Automática Pós-Colisão. Como o nome sugere, o dispositivo aciona os freios automaticamente após o primeiro impacto em uma colisão na tentativa de minimizar os danos em batidas secundárias. No Virtus, ele evoluiu em relação ao sistema utilizado no Golf e para o carro completamente. No hatch médio, a velocidade é reduzida a 10 km/h.

O Volkswagen Virtus é equipado de série, em todas as versões, com quatro airbags – dois dianteiros e dois laterais. Todas também tem  sistemas Isofix e top-tether para fixação de cadeirinhas.

Inteligência artificial

A Volkswagen divulga que o o Virtus será o primeiro carro com “inteligência artificial”. Trata-se do sistema Watson, desenvolvido pela IBM. Com ele, o manual do veículo será cognitivo; ou seja, irá responder às perguntas do proprietário feitas em um aplicativo próprio.

Por exemplo, se houver dúvida em como parear, basta indagar ao aplicativo e o usuário receberá instruções passo a passo como fazê-lo. Se houver dúvida sobre alguma luz acesa no painel, uma foto ajudará a identificá-la e apontará o que deverá ser feito.

Volkswagen Virtus lançamento
Telas do app Meu Volkswagen

Versões e conteúdos

MSI: R$ 59.990

Direção com assistência elétrica, ar-condicionado, vidros elétricos nas quatro portas (os dianteiros possuem função “um-toque” para fechamento e abertura), travas elétricas, faróis de dupla parábola e chave tipo “canivete” com controle remoto. Também estão incluídos de série computador de bordo, para-sóis iluminados para motorista e passageiro, tomada de 12V no console central, suporte para celular no painel com entrada USB para carregamento e regulagem de altura para o banco do motorista, entre outros.

Como opcional para o Virtus MSI estão disponíveis dois pacotes: o primeiro, Connect, inclui sistema de infotenimento Composition Touch, I-System, volante multifuncional, sensores de estacionamento traseiros, Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) e roda de liga leve de 15” “Scimitar” com pneus 195/65 R15. O segundo pacote, Safety, traz o Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) e todos os recursos atrelados a ele, como controle de tração (ASR), bloqueio eletrônico de diferencial (EDS) e assistente de partida em aclive (HHC).

Comfortline 200 TSI: R$ 73.470

Mesmo pacote do MSI acrescentado de banco traseiro bipartido, coluna de direção ajustável em altura e distância, Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC), faróis de neblina com função “cornering light”, sistema de infotenimento Composition Touch com tela de 6,5” sensível ao toque, rodas de liga leve de 15”, sensores de estacionamento traseiros, ajuste elétrico dos retrovisores externos, descanso de braço dianteiro com porta-objetos, lanternas traseiras escurecidas, volante multifuncional, entre outros recursos.

A configuração intermediária do Volkswagen Virtus conta com dois pacotes opcionais: o primeiro, “Tech I”, inclui sistema “Kessy” para abertura e fechamento das portas sem uso da chave e partida do motor por botão no console central, controlador automático de velocidade de cruzeiro, sensores de estacionamento dianteiros, retrovisor interno eletrocrômico, volante multifuncional com “shift paddles”, sensores de chuva e crepuscular e função coming/leaving home e rodas de liga leve de 16” com pneus 205/55 R16.

O segundo pacote, “Tech II”, inclui aos itens do anterior o sistema “RKA” (indicador de pressão dos pneus), ar-condicionado digital Climatronic, sistema de divisão do porta-malas (e rede porta-objetos), porta-luvas refrigerado, câmera traseira, detector de fadiga, sistema de frenagem automática pós-colisão, volante multifuncional revestido de couro com aletas para trocas de marchas e detalhes em preto brilhante na cabine.

Highline 200 TSI: R$ 79.990

Topo de linha, essa versão soma aos itens de série da opção Comfortline os recursos: sistema “Kessy” de abertura das portas sem uso da chave e partida do motor por botão, controlador automático de velocidade de cruzeiro, ar-condicionado “Climatronic” (com ajuste digital de temperatura), banco do passageiro dianteiro rebatível também para frente, descanso de braço dianteiro com porta-objetos, porta-luvas refrigerado, faróis de neblina com função “cornering light” (luz de conversão estática), luz de condução diurna (DRL) em LED ao lado dos faróis de neblina, rodas de liga leve de 16”, sobretapetes, volante multifuncional revestido de couro com aletas para trocas de marchas e detalhes em preto brilhante na cabine.

Como opcionais, o Volkswagen Virtus Highline oferece três pacotes. O primeiro traz revestimento dos bancos em couro sintético Native. O segundo, “Tech High”, inclui sensores de estacionamento dianteiro, sistema “RKA” de indicador de pressão dos pneus, sistema de divisão do porta-malas (e rede porta-objetos), antena “tubarão”, câmera traseira para auxílio no estacionamento, detector de fadiga, espelho retrovisor eletrocrômico, faróis com a função coming/leaving home, Sistema de Frenagem Automática Pós-Colisão, sensores de chuva e crepuscular e sistema de infotenimento “Discover Media” de 8 polegadas. O terceiro pacote, “Technology”, adiciona ao anterior o Active Info Display e rodas de liga leve de 17” “Razor”, com pneus 205/50 R17.

Veja mais imagens do Volkswagen Virtus na galeria:

Fotos: Volkswagen/Divulgação


VEÍCULOS RELACIONADOS

Veja mais sobre:


0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário