Alternou o combustível no flex e ele não pegou. Por quê?

Já falamos diversas vezes que a mistura de etanol com gasolina pode ser em qualquer proporção. Mas, o carro de uma ouvinte do AutoPapo não quis pegar depois que ela alternou o combustível. A razão foi...

Por BORIS FELDMAN27/05/18 às 19h30

O motor flex foi feito para receber tanto gasolina quanto etanol, em qualquer proporção e em qualquer época. Isso, todo mundo já sabe. Mas, e quando depois de alternar o combustível o motor resolve não pegar?

[TRANSCRIÇÃO]

Ouvinte do AutoPapo comentou um caso de uma amiga, que tem um Ônix flex,  que nunca teve problema com o automóvel e sempre abasteceu com gasolina: um belo dia alguém lhe deu a dica de que seria mais interessante, em termos financeiros, abastecer com etanol, e assim ela o fez. Mas, encostou o carro logo depois de abastecer e quando voltou, o motor se recusou a pegar. Ela teve que rebocar o automóvel até a concessionária. E, o ouvinte disse que já cansou de ouvir,  inclusive aqui no AutoPapo, que o carro flex funciona com qualquer combustível, gasolina ou etanol. O que pode ter acontecido com o carro da amiga?

Como ela encostou o carro logo depois que abasteceu, o motor ainda estava recebendo a gasolina e não o etanol. Quando ela voltou e deu no arranque, como a temperatura ambiente estava muito baixa e o etanol estava começando a chegar no motor, os sensores que percebem a mudança de um combustível para o outro ainda não tinham informado isso para a injeção eletrônica. E, como estava frio, teria que haver a injeção de gasolina do tanquinho de partida a frio para o motor funcionar. Essa situação do motor flex é rara, mas acontece quando se muda da gasolina para o etanol e se encosta o carro antes de rodar, pelo menos, uns 10, 15 quilômetros. O que pode dificultar que o  motor pegue logo depois.

O motor flex

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

10 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • DANIELE APARECIDA DE SOUZA NEVES 28 de maio de 2018

    Entao pra que serve o tanquinho de partida a frio. Vcs nao informaram se i reservatorio de partida da amiga tava cheio oi vazio….sempre troco de combustivel (alterno gasolina e etanol) uso mais gasolina, nunca tive esse problema. Meu carro é um sandero.

  • Anderson 28 de maio de 2018

    Situação rara?? Na verdade SEMPRE se deve rodar alguns km antes de encostar. Tudo isso só pra não dar o braço a torcer e admitir que está errado. E muita gente lê as coisas aqui e já considera uma verdade absoluta. Cuidado gente.

  • Romualdo da cunha porto 28 de maio de 2018

    Quando passar usar outro combustivel o carro devera permanecerem ligados por meia hora para a centeal reconhecer a nova mistura…ok

  • Roberio 28 de maio de 2018

    Trabalho com centro automotivo ..e na geração flex depois que vc abastece ou troca de combustível o certo é rodar no mínimo 15km para que o veículo possa fazer a leitura de qual combustível foi abastecido de gasolina pra álcool muda o tempo de injeção por isso tem carro que não pega de manhã

  • Rodrigo 28 de maio de 2018

    Bom alguns meses atrás eu adquiri o Corsa clássico flex
    2010 .
    O antigo dono só abastecia com etanol, assim que peguei
    O carro andei até chegar na reserva então fez o abastecimento com gasolina ,andei uns 20km ebguadei o carro . No dia seguinte o mesmo na dava partida de maneira nenhuma,fiquei preocupado e liguie para o antigo do que me falou que da última vez que ele mudou de combustível aconteceu a mesma coisa ,ele teve que leva no mecânico para resetar o módulo .depois desse episódio não fasso mais o abastecimento com gasolina.
    Tenho pesquisado sobre o assunto em vários site e tenho pessebido que os carros da Chevrolet é que tem apresentado esses problemas.

  • Marcelo 28 de maio de 2018

    Porque depois de mudar de etanol para gasolina ou vice versa , Você precisa rodar esses 10km no mínimo para a injeção eletrônica mandar o aviso ao motor que ele está com outro tipo de combustível, eu tenho um fox É aparece até uma mensagem no painel que ele está reconhecendo o combustível!

  • Luiz carlos 28 de maio de 2018

    Que absurdo esta materia! P motor rem dificuldades para pegar ppis a central de gerenciamento não reconhece a chamado AF ou seja é nescessario fazer o ajustes atraves do scaner ou rodar aproximadamente de 15 a 20 km para a central reconhever o movo combustivel e fazer o ajuste dos parametros!!!

  • dinho7lopes@gmail.com 27 de maio de 2018

    ta difícil de ler kkkkkkk

  • jose walter 27 de maio de 2018

    ????????? e ai cade a resposta

  • Pedro 27 de maio de 2018

    Com p meu a lnteceu o contrario sempre abastdci co. Alcool e esta semana abasteci com gasolina e na manha seguinte fio dificil pra ele pegar

Deixe um comentário