Carros com mais de 100 mil km ainda valem a compra?

Você resolve comprar um carro usado, mas se assusta com a alta quilometragem? Calma, ainda pode ser um bom negócio

Por BORIS FELDMAN28/05/18 às 21h30

Carros com mais de 100 mil km sempre foram visto pela maioria como um péssimo negócio, na hora da compra. Mas, nem sempre a aquisição de um automóvel muito rodado é sinal de prejuízo na certa.

[TRANSCRIÇÃO]

Na hora de comprar um automóvel usado muita gente fica super preocupada com a quilometragem do automóvel. O que muitas vezes não quer dizer nada, por dois motivos: primeiro por ser facílimo voltar o hodômetro de 120 mil pra 30, ou 40 mil quilômetros; segundo, e mais importante, é preferível comprar um carro que já rodou mais de 100 mil quilômetros com uma boa manutenção, bem cuidado, do que um que rodou 30, 40 mil e que foi duramente castigado, carregava peso pra todo lado, andava em estrada de terra esburacada.

Olha só um cálculo simples que se faz: os motores dos automóveis foram calculados para durar cerca de cinco mil horas. Um automóvel que sempre rodou na estrada a 100 quilômetros por hora, por exemplo, depois de rodar 100 mil quilômetros, o motor funcionou apenas 1.000 horas, somente um quinto de sua vida útil. Já um carro que rodou metade, 50 mil quilômetros, mas sempre no trânsito urbano, devagar no pare e anda, a 20 quilômetros por hora, ao invés de apenas 1.000 horas, esse motor funcionou 2.500 horas, quase metade de sua vida útil.

carros com mais de 100 mil

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

4 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Marcos 1 de agosto de 2018

    Bom dia… peguei um honda city com 108 km todas revisões feita na honda… suspensão toda original!

  • César 9 de julho de 2018

    Comprei um Legacy com 175 mil k em 2012, agora ele já está com 240 mil, manutenção rigorosamente em dia, só me dá alegrias… Ja o ix35 com 73 mil km ja foi pro guincho tres vezes, desde que comprei ha 8 meses… O que importa é como foi usado e não os números no odômetro.
    Excelente matéria!

  • Frank 8 de julho de 2018

    Um dono de uma Toyota Tundra nos Estados Unidos rodou 1 milhão de milhas com seu carro usando-o inclusive para trabalho. A manutenção era feita na concessionária. Isso é o que importa: manutenção em dia feita por quem entende do carro.

  • Odair 28 de maio de 2018

    Concordo, tive loja de carros e já peguei carro com mais de cem mil km perfeitos e carros com km baixa comprovada bem ruins, até com motor a fazer.

Deixe um comentário