Chave presencial: esquecimento pode provocar confusão

A chave presencial surgiu para agilizar e facilitar a vida dos motoristas. Mas, é preciso ficar atento na hora de trocar de condutor do veículo

Por BORIS FELDMAN13/09/18 às 22h00

A chave presencial trouxe um pouco mais de praticidade e rapidez para os motoristas na hora de ligar o automóvel. Mas, é preciso ficar atento para não esquecê-la no bolso de outra pessoa.

[TRANSCRIÇÃO]

Uma das novidades tecnológicas que a eletrônica trouxe para o automóvel é a tal chave presencial. Ela pode ficar no console ou no bolso do motorista, e basta apertar um botão para ligar o carro e o motor. Entretanto, ela andou causando alguns problemas, porque o motorista pode chegar em casa e a mulher dele, por exemplo, pede o carro para ir ao supermercado. Ele entra em casa, com a chave no bolso, e ela só percebe que está sem a chave ao voltar com as compras do supermercado, tentar ligar o carro e nada, porque a chave está com o maridão em casa.

O que as fábricas bolaram para evitar esse constrangimento é que, se o carro continua rodando, mas a chave não está em seu interior, o motor não desliga, porém aparece um aviso no painel: “atenção, chave não detectada”. Ou seja, um aviso para o motorista voltar e resgatar a chave.

andar sem a chave presencial keyless

Foto Ford | Divulgação

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário