Catalisador e o cânister: saiba como não danificá-lo

Atitudes que parecem simples e salvadoras para o motorista podem danificar o catalisador e o cânister, responsáveis por reduzir a poluição do carro

Por BORIS FELDMAN21/10/18 às 07h30

O catalisador e o cânister reduzem a nocividade dos gases emitidos pelo veículo. Porém, é preciso ficar atento a algumas atitudes que podem danificá-los.

[TRANSCRIÇÃO]

Ouvinte do AutoPapo quer saber se cânister e o catalisador são a mesma coisa. Não, são completamente diferentes. Mas, têm a mesma finalidade: reduzir a poluição provocada pelo automóvel. O cânister é um filtro que recebe os gases que vem do tanque de combustível e elimina a sua nocividade. O catalisador fica no sistema de escapamento do carro, e a sua função é reduzir a nocividade dos gases de exaustão, de escapamento do carro. Ambos, têm a finalidade de reduzir a poluição atmosférica.

E, por coincidência, ambos podem deixar de cumprir suas funções por pura displicência do motorista. Como assim? Quem para no posto e manda encher o tanque de combustível até a boca, vai prejudicar o funcionamento do cânister. Isso porque ele não pode receber o combustível em estado líquido, apenas os gases. E o catalisador pode também ser danificado, caso o motor estiver com problema pra pegar, e o motorista resolve fazer o carro pegar no tranco. Solta ele engrenado ladeira baixo, tira o pé da embreagem para tentar fazê-lo funcionar. Mas, se o motor não pegar, vai combustível em estado líquido para o catalisador. E aí, adeus catalisador.

Catalisador e o cânister

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário