Chupeta na bateria: você sabe para que ela serve?

"Eu sempre usei chupeta para os meus bebês. O que vem a ser isso em um automóvel?" Questionou uma leitora após a bateria do carro dela ter arriado

Por BORIS FELDMAN14/11/18 às 06h15

Pode parecer óbvio para muita gente, mas algumas pessoas ainda não sabem o que é fazer a tal chupeta na bateria e pra que isso serve. Aí na hora quando ela perde a carga, elas podem confundir “alhos com bugalhos”.

[TRANSCRIÇÃO]

Uma leitora nossa faz uma pergunta que não deixa de ser engraçada. Ela diz que outro dia voltou para o seu automóvel estacionado e percebeu que a bateria estava arriada, porque nenhum componente elétrico funcionava. Chamou, então, o socorro mecânico e quem apareceu para ajudá-la, disse: “Vamos fazer aqui uma chupeta para resolver o problema”. Ele levantou o capô, colocou alguns cabos lá para dentro e o carro voltou a funcionar. Ela pergunta: “Eu sempre usei chupeta para os meus bebês. O que vem a ser isso em um automóvel?”

É simples. Aqueles cabos colocados lá debaixo do capô foram conectados à bateria do seu automóvel. E do outro lado, conectados à bateria do automóvel dele que estava em boas condições. Então, o seu carro funcionou com a corrente elétrica alimentada pela bateria do carro dele. Isso é o que se chama chupeta. E, depois, a sua bateria que descarregou, porque você deve ter deixado alguma coisa ligada, voltou a ser carregada pelo alternador.

Chupeta na bateria

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário