Consumo de combustível versus dispositivos de aquecimento interno

Com a preocupação diária de se economizar combustível, alguns internautas questionaram se os dispositivos de aquecimento interno alteram o consumo

Por BORIS FELDMAN09/08/18 às 06h30

O consumo de combustível é uma das grandes preocupações dos motoristas. E, da mesma forma que há várias dicas de economia, também existem muitas dúvidas sobre os vilões do consumo.

[TRANSCRIÇÃO]

O motorista está cada vez mais preocupado em reduzir o consumo do seu automóvel, e se interessa cada vez mais em saber o que aumenta o consumo, e o que diminui. Eu respondi recentemente a um ouvinte do nosso AutoPapo que queria saber se esses dispositivos eletrônicos de segurança, ESP e ABS, puxam corrente elétrica suficiente para aumentar o consumo de combustível. E eu disse que a corrente necessária é insignificante e não influi perceptivelmente no consumo de combustível.

Outro ouvinte pergunta agora: “os dispositivos de aquecimento interno interferem no consumo? A resposta é depende. Quando se aciona o ar-quente para esquentar o ambiente, está se aproveitando a água quente que circula no motor. Então, não há um aumento de consumo do combustível. Mas, quando se ligam resistências elétricas, por exemplo, para o aquecimento dos bancos, a bateria é mais exigida, tem que ser recarregada pelo alternador e aí existe um aumento no consumo.

Consumo de combustível

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário