Controle de estabilidade já deveria ser obrigatório no Brasil

Essa atraso da legislação brasileira sobre o controle de estabilidade deixa os carros mais inseguros, principalmente os SUVs

Por Boris Feldman07/11/19 às 06h15

A legislação brasileira, como sempre, está bastante atrasada ao exigir a obrigatoriedade de dispositivos eletrônicos de segurança. E, como exemplo, o Controle Eletrônico de Estabilidade será obrigatório apenas a partir do próximo ano, 2020.

E o problema é que estamos numa fase de ‘paixonite’ pelos utilitários esportivos, os SUVs. E entre os seus problemas, tem o da estabilidade, pois seu centro de gravidade é mais elevado. E, então, sua tendência para capotar, no caso de uma curva mais apertada, ou de um golpe de direção, é bem maior que nos outros automóveis.

E nem todos os utilitários esportivos vendidos no Brasil contam com esse dispositivo, o ESC. E então, o resumo da ópera? É não comprar, até o ano que vem, um SUV que não esteja equipado com o controle eletrônico de estabilidade.

esc controle de estabilidade editado
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário