Por que a Chevrolet decidiu ‘enterrar’ o Prisma no Brasil?

Ao lançar a nova geração de sua linha de compactos, a Chevrolet passou a chamar a versão sedã de Onix Plus: acabou-se o Prisma

Por Boris Feldman06/11/19 às 08h30

Parece que a General Motors, aqui no Brasil, criou uma aversão, uma alergia ao nome Prisma, que definia a versão sedã do hatch Onix. Ao lançar, agora, uma nova geração do Onix, a sua versão sedã passou a se chamar Onix Plus: acabou-se o Prisma.

Como a fábrica resolveu manter a antiga linha em produção, imaginou-se que o velho Onix se chamaria Onix Joy e o velho Prisma se chamaria Prisma Joy. Negativo: eles passaram a se chamar Joy e Joy Plus, enterrando definitivamente o nome Prisma.

O velho Prisma, aliás, Joy Plus, mantém a mesma mecânica, com um motor 1.0 aspirado de 80 cavalos. O câmbio é manual de seis marchas. O preço do Joy Plus? A partir de 51.120 reais.

chevroloet joy plus 3 antigo Prisma

Foto Chevrolet | divulgação 

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (2 votos, média: 3,00 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Luis Fernando Sovado 6 de novembro de 2019

    Então…

    Por que?

    Por que?

    Por que?

    Por que?

    Por que?

    Por que?

    Por que?

Avatar
Deixe um comentário