Dirigir na chuva: saiba porque você deve redobrar a sua atenção

O freio ABS ajuda a diminuir o espaço de frenagem do carro na pista molhada e minimiza o deslizamento da roda nesse caso, mas ele não faz milagre!

Por BORIS FELDMAN03/12/18 às 23h30

Mesmo debaixo de um pé d’água, dirigir na chuva, ao menos para alguns motoristas, é a mesma coisa que conduzir em um dia ensolarado. Mas não é bem assim…

[TRANSCRIÇÃO]

Quem gosta de chuva é oficina de reparo em automóveis, chamada de lanternagem por uns, funilaria por outros. Dirigir na chuva causa pelo menos dois problemas, e muitos motoristas parecem ignorá-los: continuam sem nenhum cuidado extra, dirigindo como se nada tivesse acontecendo. Como se a visibilidade não fosse duplamente prejudicada: primeiro, pela própria chuva; segundo, porque o carro vai rodar com os vidros fechados, o que provoca o embaçamento e diminui ainda mais a visibilidade.

Não bastasse, com o piso molhado, o atrito entre o pneu e o asfalto fica prejudicado. Quando se freia o carro, há uma tendência maior das rodas deslizarem no asfalto, e portanto, um maior espaço de frenagem. O freio ABS ajuda muito, mas milagre não faz.

dirigir na chuva
Dirigir na chuva | Foto iStock

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário