Luz da injeção acesa: O que significa? Como resolver?

A luz da injeção eletrônica acesa com o carro ligado normalmente indica um problema em bico injetor, bobina ou velas. Mas pode ser algo a mais...

Por BORIS FELDMAN21/09/18 às 12h22

A injeção eletrônica substituiu o carburador nos carros modernos. Sua função é controlar a quantidade de ar e combustível que entra no cilindro. A quantidade de combustível, seja álcool, gasolina, diesel ou gás natural, a ser injetada depende da quantidade de oxigênio disponível no ar ambiente, e essa quantidade depende de vários fatores como pressão, umidade, temperatura. O seu mau funcionamento faz com que a luz da injeção se acenda no painel.

A injeção eletrônica se vale da ajuda de sensores que medem esses valores e passam para a central que então ajusta, a cada instante, a quantidade de ar e combustível injetada.

A injeção eletrônica também controla o tempo de ignição, o comando das válvulas e o funcionamento do automóvel em marcha lenta. Com todos os parâmetros bem ajustados, há a redução do consumo e a menor emissão de gases poluentes no ar.

A injeção eletrônica começou a ser desenvolvida em 1957 pela Bendix Corporation.  O sistema funcionava bem em temperaturas amenas, mas tinha problemas de partida nas estações mais frias. A capacidade de processamento dos circuitos eletrônicos da época era muito precária e isso dificultava medir todos os parâmetros e ajustar o fluxo de combustível em tempo real.

O funcionamento da luz da injeção eletrônica

É uma luz com o desenho de um motor, que pode ser amarela ou vermelha.

A luz de injeção eletrônica acende todas as vezes que você roda a chave na ignição. Isso deve acontecer com o veículo desligado e serve para mostrar que a luz está funcionando. Se você ligar o carro, sem dar no arranque e a luz da injeção não acender, provavelmente, ou ela ou seu fusível estão queimados.

No entanto, logo após dar a partida, a luz deve se apagar. A luz de injeção acesa ou piscando é sinal de que existe algum problema no motor.

Se a luz da injeção estiver acesa, leve o carro ao mecânico

Causas comuns da luz da injeção acesa no painel

Causas comuns de problemas que levam a luz da injeção a acender são ligadas a defeitos nas velas, cabo de velas, bobina e bicos injetores.

Uma outro motivo, mais difícil de detectar, é um problema no catalisador, que pode estar entupido ou não estar realizando a “purificação” dos gases do escapamento de maneira adequada.

O catalisador  tem a função de transformar os gases tóxicos em gases menos poluentes e o resultado desse processo é medido por um sensor.  Se o sensor indicar que os gases que estão passando por ele não estão dentro de um padrão esperado, ele vai avisar acendendo a luz da injeção no painel.

Se a luz da injeção acende após abastecimento

Você acabou de abastecer o seu carro e, logo após sair do posto, notou a luz da injeção acesa no painel.  Isso pode indicar problemas no combustível. O Boris explica:

[TRANSCRIÇÃO]

Você está dirigindo o seu automóvel e percebe acender no painel uma luz de alerta que é o desenho de um motor (luz da injeção). Esse alerta indica algum problema no catalisador ou nos gases que saem queimados do motor. Nesse caso, o carro deveria ser levado para a oficina para verificar o problema.

Entretanto, se essa luz da injeção se acendeu logo após que você abasteceu o automóvel, às vezes não é necessário levar o carro pra oficina, pois o que provocou o alerta foi o combustível adulterado: Gasolina com muito álcool ou álcool com muita água, ou seja, um combustível não reconhecido pela sonda lambda.

Neste caso, procure levar o carro para abastecer, da próxima vez, em um posto de confiança, que seja honesto e o combustível também. Depois de rodar alguns quilômetros, o sensor lambda volta a reconhecer o que estava no tanque e a luz da injeção se apaga.

Posso continuar dirigindo com a luz da injeção acesa?

Diferentemente da luz de temperatura, luz do óleo, ou mesmo luz da bateria que são indicadores de problemas que devem ser resolvidos de imediato. No caso da injeção, normalmente é um tipo de problema que permite que o motorista dirija o carro até uma oficina sem risco de danificar outras peças ou agravar o problema

É aconselhável levar o carro numa oficina que tenha aparelho scanner para dar um diagnóstico preciso.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário