Manutenção automotiva: rodar em condições severas exige mais atenção!

Rodar sob condição severa exige um cuidado maior na manutenção do carro. Mas o que é isso? Provavelmente você submete o seu automóvel a ela sem saber!

Por BORIS FELDMAN08/12/18 às 07h30

Rodar em condições severas exige um cuidado maior com a manutenção automotiva. Mas, o que caracteriza esse tipo de situação? É bom que você a conheça para não ter prejuízos.

[TRANSCRIÇÃO]

Praticamente todos os manuais alertam o proprietário do carro para um cuidado extra de manutenção. Por exemplo, redução do prazo de troca de óleos, fluidos, filtros, caso o carro seja submetido a condições severas. Mas ele não explica que bicho é esse. Teve um leitor nosso que chegou a mandar um e-mail de gozação perguntando se isso é colocar o carro para rebocar uma Scania.

E o problema é que condições severas podem ser várias. Vamos aqui três delas: o dono do carro que sai de manhã, roda poucos quilômetros e encosta o carro o dia inteiro, liga de noite, volta alguns poucos quilômetros pra casa e desliga o motor; o outro, que passa quase o tempo todo congestionado, com o motor ligado e o carro em ponto morto, e o outro que só anda em regiões com muito pó de mineração ou com muita poeira de estrada de terra. Então, é preciso ficar muito atento com a manutenção automotiva quando se roda nessas condições.

manutenção automotiva
Rodar em condições severas exige maior atenção com a manutenção automotiva.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário