Pneu run flat: por que ele não deveria ser usado no Brasil?

O pneu run flat não foi feito para rodar no Brasil. Até a Mercedes teve que fazer uma 'gambiarra' nos seus carros com esse tipo de pneu

Por Boris Feldman19/12/18 às 11h00

O pneu run flat é uma ideia de país de primeiro mundo, onde as estradas são boas. Mas, no Brasil, os pneus com essa tecnologia sofrem um bocado.

[TRANSCRIÇÃO]

Existem algumas tecnologias desenvolvidas no primeiro mundo, que deveriam ficar só por lá mesmo, porque não funcionam no Brasil. Uma delas já existe há alguns anos, é o pneu chamado run flat, projetado para rodar até o borracheiro, mesmo furado.

Mas uma coisa é o pneu esvaziar, murchar por causa de um prego, um parafuso ou de um defeito na válvula. Outra coisa é a situação no Brasil, onde as crateras asfálticas – inexistentes na Europa – rasgam o pneu e podem deixar o motorista e sua família na estrada, no acostamento de madrugada esperando o reboque, porque o carro não tem estepe.

Prova de que esses run flat deveriam ser proibidos no Brasil, é que a Mercedes-Benz, aqui, está improvisando um estepe embrulhado num saco de lona, no porta-malas, por tantas foram as situações de pânico vividas por seus usuários.

Pneu run flat
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Juarez 20 de dezembro de 2018

    Esse artigo não tem informação nenhuma, só a opinião do jornalista sem nenhuma informação para corroborar, perdi 5 minutos de vida sem retorno algum.

Avatar
Deixe um comentário