Posto de combustível: cuidado com as picaretagens dos desonestos

Grande parte dos postos de combustíveis são honestos e oferecem um bom trabalho. Mas, infelizmente há sempre os picaretas de plantão

Por BORIS FELDMAN08/12/18 às 19h30

Existe sempre algum posto de combustível que quer enganar o freguês. Ficou desconfiado da qualidade da gasolina? Então, saiba como exigir os seus direitos.

[TRANSCRIÇÃO}

Hoje no Brasil a maioria dos postos de serviços trabalham de forma honesta, correta. Porém, existe sempre uma minoria que procura enganar o freguês e aumentar o seu faturamento desonestamente. Tem posto, por exemplo, que aumenta a quantidade de etanol na gasolina. E é bom reforçar que se o motorista desconfiar do posto ele pode pedir que seja feito um teste do combustível ali na hora e na frente dele.

Caso contrário, se o carro for flex, o motorista só vai desconfiar muito tempo depois quando perceber um aumento na conta da gasolina, pois quanto mais etanol, maior o consumo. E é isso que estimula os donos dos postos a praticar essa fraude. Entretanto, se o carro não for flex, for um com motor a gasolina, logo depois do abastecimento o carro vai protestar, vai tossir, espirrar e ter uma marcha lenta irregular. Neste caso, fica mais fácil de reclamar na ANP, Agência Nacional do Petróleo, contra o posto.

Denúncia na ANP: 0800-970-0267 ou pelo site: www.anp.gov.br

posto de combustível

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário