Radar de velocidade: as críticas de Bolsonaro fazem sentido?

Nas rodovias da Alemanha, onde não há limite de velocidade, por acaso o número de acidentes é maior que no Brasil?

Por Boris Feldman09/06/19 às 07h30

O presidente Bolsonaro já se declarou várias vezes contra os radares. Diz que no Brasil o motorista dificilmente volta de uma viagem sem receber, de presente, uma notificação de excesso de velocidade, e que é preciso acabar com essa “indústria da multa”.

O presidente tem meia razão, pois não é o radar que está errado. O que deve ser reformulado é a sua localização, para deixar de ser uma simples armadilha contra os motoristas.

Em segundo lugar e mais importante: as velocidades máximas estabelecidas são as mesmas de dezenas de anos atrás. Apesar de toda a evolução da estrada e, principalmente, do automóvel. Eu pergunto: não para ser um exemplo, mas só para efeito de raciocínio: nas rodovias da Alemanha, onde não há limite de velocidade, por acaso o número de acidentes é maior que no Brasil?

Radar de velocidade
Radar de velocidade

Foto Shutterstock | Reprodução

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (2 votos, média: 3,00 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
6 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    JackTorrance 14 de junho de 2019

    Sério que você quer comparar as estradas da Alemanha com as daqui? E indústria de multas não existe se o limite for obedecido. O que falta mesmo é educação ao motorista.

  • Avatar
    Andrelino Carvalho 10 de junho de 2019

    Não sou um admirador de Bolsonaro, mas concordo com ele: “há sim, no Brasil, uma indústria de multas” com o objetivo de tirar dinheiro do cidadão que, muitas vezes, desatento, comete uma infração.
    Se o governo quisesse, de fato, reduzir o número de acidentes melhoraria as condições das nossas jurássicas estradas. Nas autobahns Alemãs não há limite de velocidade, tem mais veículos que no Brasil e o índice de acidentes é menor.
    Sugiro que o congresso elabore uma lei onde quem for, de fato, culpado (comprovado por perícia) por um acidente seja severamente punido e, conforme o caso e a gravidade, banido das nossas vias públicas e estradas. Alguém concorda?

  • Avatar
    Rone Geraldo de Oliveira 10 de junho de 2019

    Não sou contra os radares, desde que estejam em locais de risco como curvas acentuadas, serras, trevos, áreas escolares, et. Sou contra radares sem sinalização, em locais que não oferecem riscos, que sua finalidade é apenas multar. Sou contra radar como na BR 040 de 30km/h, a velocidade lá é de 100km/h e ter que cair tanto, poderia ser de 60. Sou totalmente contra RADAR MÓVEL. Já é tempo de acabar com com esta velocidade de 80km/h, isso é dos tempos de veículos sem freio a disco.

  • Avatar
    Marco 9 de junho de 2019

    País com as mesmas estradas de 50 anos atrás .
    A frota brasileira mais que dobrou e vem falar que a culpa é dos motoristas.
    Fácil criar uma fábrica de multa nestas condições.
    Acordo Brasil!

  • Avatar
    Marco 9 de junho de 2019

    País com as mesmas estradas de 50 anos atrás .
    A frota brasileira mais que dobrou e vem falar que a culpa é dos motoristas.
    Fácil criar uma fábrica de multa nestas condições, falando que a culpa é somente dos motoristas.
    Acordo Brasil!

  • Avatar
    Sergio 9 de junho de 2019

    Comparando as características e qualidade das estradas de lá com as nossas, aqui deveria ser limitado a 60 km/hora

Avatar
Deixe um comentário