Novo Duster: só falta trocar o motor para renovação completa

O novo Renault Duster foi completamente reformulado, da carroceria seu interior. Mas em relação ao motor, ainda é o mesmo da antiga geração.

Por Boris Feldman17/02/20 às 08h30

O SUV Renault Duster foi um sucesso desde seu lançamento, porém estava ficando meio velhinho. Passou por facelift, mas agora a Renault decidiu lançá-lo numa nova geração.

Uma completa reestilização da carroceria e de seu interior, deixando-o bem mais moderno. Destaque para o painel, que foi totalmente reformulado. Tela de multimídia bem maior, ar-condicionado digital e outras novidades.

Na traseira, lanternas quadradas que fazem lembrar as do Jeep Renegade. O motor do novo Renault Duster ainda será o 1.6 de 120 cavalos, porém no futuro, ele será equipado com o mesmo motor 1.3 turbo de 163 cavalos do Mercedes Classe A. Resultado de um desenvolvimento conjunto das duas marcas.

renault duster 725
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
6 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Roberto 29 de março de 2020

    Está melhorando, mas ainda precisa melhorar muito no quesito segurança. Por exemplo, o popular kwid com 4 airbags e o duster apenas 2 mesmo depois de todo este facelit? ??? Sacanagem da braba, estão brincando com a cara do consumidor. Bem como a história do lançamento do motor mais moderno. Daqui há pouco não vai colar todo este trabalho e aí quero ver a coisa ficar feia pra Renault. O cliente não é bobo e está cansado de ser feito de pateta e ter suas preferências subestimadas. Acorda Renault! !!???

  • Avatar
    Gilberto Mendes 5 de março de 2020

    Carro fraco, motor fraco, manutencao cara, pessimo acabamento,nao vale apena o investimento.

  • Avatar
    Reinaldo 28 de fevereiro de 2020

    Tive Duster 1.6 completo 2014, muito bom e espaçoso, hoje tenho Captur 1.6 CVT. completa 2018, boa de dirigir, espaçosa, design com perfil perfeito e foi colocado pela Renault motor 0km na garantia por baixar óleo. Ficou ótima, mas continua bebedora, em trânsito urbano, de combustível, no mais acertaram na mosca a regulagem e a questão do motor, serviço da concessionária Automega excelente, nota 10. Hoje ficaria talvez com outra ou o Duster, mas com um motor mais moderado em consumo urbano, pois não faz mais que 6 a 7 em trânsito ruim e no engarrafamento geral média de 3 a 4, enquanto com trânsito leve 9 km litro e estrada a 100km/h média de 14 na gasolina e 12,5 no álcool. Como a maioria usa o carro na cidade, creio que o motor turbinado de menor cilindrada fique mais adequado para uso urbano. Caso contrário deverei depois de 5 modelos da Renault, deixar a marca definitivamente, pois preciso de carro com espaço e econômico que não seja carroça. Um Duster modernizado estaria de bom tamanho e seria minha preferência, especialmente pela manutenção boa e fácil da Renault na concessionária. Senão esperaremos um híbrido mais em conta, pois estão absurdamente caros.

  • Avatar
    MARCELO TULIO 19 de fevereiro de 2020

    Ainda é um carro bastante pálido para vir por mais de 75 pratas na versão top. O motor SCE apresentou problemas de baixar óleo…e isso queimou um pouco a imagem da RENAULT. Talvez se vier com preço bem competitivo poderá alavancar as vendas. Vamos esperar para saber!!!!

  • Avatar
    Filipo 17 de fevereiro de 2020

    E o 4×4, virá?

    • Avatar
      José Nascimento 17 de fevereiro de 2020

      Li em outro site que o 4×4 só virá quando o motor novo for lançado, no final desse ano ou em 2021. Vamos esperar o preço…

Avatar
Deixe um comentário